Conecte-se conosco

Política

Styvenson quer destinar vagas ociosas em universidades para alunos de baixa renda

De acordo com a proposta, metade das vagas ociosas por causa da desistência ou transferência de alunos será reservada para candidatos que integrem famílias com renda igual ou inferior a um salário-mínimo.

Max Aquino: Styvenson Valentim, senador pelo Podemos

Publicados

em

O senador Styvenson Valentim (Pode-RN) apresentou nesta quarta-feira (27) projeto que altera a lei que regula o ingresso nas universidades (Lei 12.711/12). De acordo com a proposta, metade das vagas ociosas, por causa da desistência ou transferência de alunos nos cursos, será reservada para candidatos que integrem famílias com renda igual ou inferior a um salário-mínimo e meio per capita.

“O curso já existe, os professores já estão em sala de aula, os laboratórios estão montados, mas, às vezes, por falta de alunos, as vagas não são ocupadas. Então, o que esta alteração na lei pretende é abrir mais oportunidades aos estudantes que desejam estar na universidade e ainda não tiveram acesso”, explica o parlamentar potiguar.

Na justificativa da proposta, Styvenson argumenta que o custo do aluno brasileiro no ensino superior público é semelhante ao dos países desenvolvidos e que se torna um desperdício deixar qualquer vaga sem ocupação. “Os indicadores de conclusão da educação superior mostram que o sistema ainda é ineficiente e quem banca com esse ônus é o contribuinte”, observou o senador.

Outro argumento apresentado por Styvenson Valentim é que a medida proposta permitirá a “redistribuição e equalização de oportunidades educacionais” contribuindo dessa maneira para reduzir a desigualdade social.

Fonte: Agora RN

Continue lendo
Propaganda

Política

Styvenson defende projeto para incentivar turismo religioso no interior do país

Publicados

em

De

Foto / Roque de Sá/Agência Senado

O senador Styvenson Valentin (Pode-RN) informou nesta sexta-feira (15) que apresentou o Projeto de Lei (PL) 1308/2019 para incluir na Política Nacional de Turismo (Lei 11.771, de 2008) o estímulo à interiorização do turismo e a valorização do turismo religioso. O parlamentar defendeu que o governo realize um planejamento de ações específicas para que os polos de visitações regionais, como é o caso da cidade de Santa Cruz (RN), onde está o Santuário de Santa Rita de Cássia, passem a ser de nacionalmente conhecidos e assim estimular maior visitação, movimentação econômica e melhorias estruturais nessas localidades.

— A gente sabe que o turismo movimenta bilhões no nosso país, mas poderia movimentar mais, poderia ser bem maior essa movimentação financeira, que hoje chega a cerca de R$ 163 bilhões ao ano. É um valor alto, mas ainda irrisório pelo potencial que nós temos num país tão grande e tão continental, de norte a sul, com suas belezas, principalmente no interior.

Styvenson defendeu o turismo religioso como forma de aprofundar ainda mais o conhecimento histórico da comunidade sobre a região e principalmente, como avaliou, uma forma de estimular a política de combate ao ódio e aproximar o brasileiro dos ensinamentos bíblicos.

— É para que as pessoas principalmente tenham mais empatia, mais respeito pelos outros, porque é inconcebível a gente ter violência até dentro das igrejas.

Fonte: Agência Senado

Continue lendo

Política

Reforma da Previdência poderá ser votada entre os dias 27 e 28 de março, afirma Rodrigo Maia

Os líderes partidários decidiram quais partidos terão a prerrogativa de indicar os nomes para as presidências das comissões temáticas.

Publicados

em

De

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) — Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse nesta terça-feira (12) que a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) pode votar a proposta de Reforma da Previdência entre os dias 27 e 28 deste mês.

“Essa é uma decisão que a gente tomou: só votar depois do dia 20. Infelizmente ou felizmente, o regimento só permite votar lá pelo dia 27 ou 28”, afirmou Maia.

Lembrando que a CCJ vai ser a primeira a apreciar a Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados. O presidente Rodrigo Maia já havia anunciado que a instalação desta comissão seria nesta quarta-feira (13). Porém, os líderes partidários chegaram a um acordo para que os membros das comissões sejam indicados até quinta (14).

Esse acordo dos líderes também prevê que a admissibilidade da nova Previdência só seja votada na comissão após o governo federal enviar ao Congresso o projeto da Previdência dos militares.

Nesta terça-feira (12), os líderes partidários também decidiram quais partidos terão a prerrogativa de indicar os nomes para as presidências das comissões temáticas da Câmara dos Deputados e, a partir de agora, cada partido vai definir os nomes com a bancada.

O PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro e que é o maior da Casa, vai ficar com o comando das comissões de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ); de Fiscalização Financeira e Controle; e de Relações Exteriores e de Defesa Nacional. A segunda bancada, o PT, vai comandar as comissões de Cultura; de Direitos Humanos e Minorias; e de Legislação Participativa.

Fonte: Agência do Rádio Mais

Continue lendo

Notícias

Escola de Jovens Líderes conclui seu 1º Módulo com jovens de várias cidades do RN

Publicados

em

De

Foto: Canindé Soares

Quase 100 pessoas assistiram às primeiras aulas da Segunda Turma da Escola de Jovens Líderes do RN, no sábado, 9 de março.

A diretora da RAPS, Mônica Sodré, e o presidente do Sindicato das Empresas de Publicidade do RN, Pedro Ratts, foram os palestrantes iniciais, no horário da manhã.

A tarde, os alunos assistiram aula de orientação prática com o idealizador da Escola, mestre em políticas públicas Kelps Lima, e com o coordenador de redes sociais, jornalista Washington Rodrigues.

Um dos coordenadores da Escola, mestrando em políticas públicas Diego Vale, ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de Caicó, distribuiu os grupos e os monitores que vão acompanhar os alunos pelos próximos 12 meses. O objetivo final da Escola de Jovens Líderes é que cada aluno, ao final do curso, esteja pronto para formular e realizar uma carreira política sustentável, com campanha eleitoral de baixo custo e manutenção de mandatos saudáveis e conectados com o que a população mais vulnerável espera dos políticos.


ESCOLA DE JOVENS LÍDERES CONCLUI SEU PRIMEIRO MÓDULO REUNINDO JOVENS DE VÁRIAS PARTES DO RIO GRANDE DO NORTE
(Fotos: Canindé Soares)

A Escola de Jovens Líderes é uma instituição criada pelo Partido Solidariedade do Rio Grande do Norte com decisivo apoio da Fundação 1º de Maio, de São Paulo.

Continue lendo