Conecte-se conosco

Rio G do Norte

Proposta por Allyson Bezerra, Frente da Engenharia será instalada na Assembleia Legislativa

Foto/Crédito Divulgação

Publicados

em

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte realizará na próxima segunda-feira (15), reunião para instalação da Frente Parlamentar da Engenharia, a partir das 9h no auditório Cortez Pereira.

A instalação é uma proposição do deputado estadual Allyson Bezerra (Solidariedade).

Engenheiro civil formado pela Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA), em Mossoró, Allyson propôs a criação da Frente da Engenharia como forma de iniciar o debate sobre ações voltadas para a infraestrutura e desenvolvimento no estado.

“Vamos reunir profissionais, órgãos e estudantes para discutir esse tema tão importante. É um campo que precisamos debater e principalmente avançar. A instalação da frente da engenharia é o início para este debate”, citou o parlamentar.

Foram convidados para participar da reunião deputados estaduais, deputados federais, representantes de órgãos e conselhos ligados à engenharia, universidades, sindicatos e empresas. Estudantes da área também devem estar presentes na reunião.

Continue lendo
Propaganda

Rio G do Norte

Em Brasília, Governo mantém investimentos na Roberto Freire

Publicados

em

De

Foto: Derick Nunes

O Governo do Estado deu mais um passo para garantir o investimento nas obras de mobilidade urbana na região da Avenida Engenheiro Roberto Freire, na zona sul de Natal. O Ministério do Desenvolvimento Regional garantiu a suspensão do prazo para encerrar o financiamento, que está previsto para acabar no dia 14 de junho. A garantia foi acertada durante o encontro da governadora Fátima Bezerra e o secretário de Estado da Infraestrutura, Gustavo Coelho, com a equipe do Ministério do Desenvolvimento Regional nesta quarta-feira (12), em Brasília.

O investimento, contratado ainda em 2012, estava sob risco desde a edição de uma portaria ministerial que recomenda o encerramento dos contratos do PAC Copa que não foram iniciados. Por isso, a Caixa Econômica Federal encaminhou em maio um ofício ao Governo do Estado exigindo um novo projeto de execução dentro de um mês.

O ministro Gustavo Canuto garantiu a suspensão dessa exigência após a apresentação da governadora e o secretário Gustavo Coelho sobre a importância da obra e o trabalho do Governo na readequação do projeto. “O ministro Canuto assegurou todo empenho para a manutenção do contrato, que representa uma melhoria significativa na mobilidade urbana de Natal”, confirmou a governadora Fátima Bezerra.

O próximo passo é o trabalho conjunto entre o Governo e a Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana para formular os estudos necessários para o novo projeto definitivo. “Qualquer decisão sobre o financiamento não será tomada até que os estudos sejam efetivamente concluídos. O ministério nos deu todos os prazos. Com a confirmação do financiamento junto à Caixa Econômica temos condições de lançar em 30 dias a licitação para a contratação dos projetos”, explicou o secretário Gustavo Canuto.

A verba disponível para a obra é de R$ 72 milhões, sendo R$ 45 milhões financiado pelo PAC Copa e outros R$ 27 milhões garantidos pelo Programa de Financiamento de Contrapartidas do PAC (CPAC). Ainda em maio, por conta da falta de consenso ao redor do projeto original, a governadora Fátima Bezerra reuniu-se com membros da Fecomércio-RN, Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do RN (FCDL-RN) e representantes do comércio, hotelaria, restaurantes e bares da região de Ponta Negra e indicou previamente que o novo projeto deve contar com ações como a recuperação asfáltica da avenida, reorganização do trânsito e intervenções em vias paralelas, com a possibilidade de abrir parceria com a Prefeitura do Natal.

O encontro no Ministério do Desenvolvimento Regional ainda serviu para tratar de outros investimentos na área de infraestrutura no Rio Grande do Norte, como a continuidade das obras do Pró-Transporte na Zona Norte de Natal e a melhoria da segurança na ponte Newton Navarro.

O prosseguimento das obras de mobilidade urbana do programa Pró-Transporte dependem da liberação de R$ 50 milhões, que servirão para a conclusão da etapa 2 e o início dos trabalhos da etapa 3 das intervenções planejadas para diversos bairros da Zona Norte de Natal. “O convênio está ativo e o Governo vai pagar indenizações em breve, para dar prosseguimento à obra. Nós temos todos os projetos e estudos prontos”, relatou o secretário Gustavo Coelho.

A equipe técnica do ministério relatou que o pedido para a continuidade do investimento está sendo analisado desde a última reunião com o Governo do Estado, em maio. “Essas obras do Pró-Transporte são muito importantes para a mobilidade urbana não só da Zona Norte, mas da Região Metropolitana. Por isso reforçamos a importância que é a liberação desse investimento de R$ 50 milhões”, disse Fátima.

SEGURANÇA NA PONTE

O terceiro pleito tratado na reunião foi o reforço na segurança da ponte Newton Navarro, que conecta as regiões Norte e Leste de Natal. No fim de maio, o Governo do Estado apresentou o projeto para a ampliação dos guarda-corpos laterais da ponte, que custaria R$ 2,8 milhões, como forma de prevenir suicídios no local. “O ministro mais uma vez mostrou grande sensibilidade e afirmou toda a disposição de contribuir com a reestruturação das proteções laterais na ponte Newton Navarro”, disse a governadora Fátima Bezerra.

Também participaram da reunião o senador Jean-Paul Prates, os deputados federais Rafael Motta, que coordenada a bancada do RN no Congresso, e Walter Alves, além do deputado estadual Alysson Bezerra. Ainda integraram a mesa o secretário nacional da segurança hídrica, Marcelo Borges, e os assessores especiais do ministério Jimmu Ikeda (saneamento) e Geraldo Garcia (mobilidade urbana).

Foto: Derick Nunes

Continue lendo

Rio G do Norte

Cosern realiza “Operação Festas” para reforçar confiabilidade do sistema elétrico no período junino em todo estado

Publicados

em

De

Fotos: Cosern/Divulgação/Canindé Soares

Os festejos juninos tomaram conta do Rio Grande do Norte e a Cosern, empresa do Grupo Neoenergia, realizou um trabalho de inspeção e manutenção para reforçar a confiabilidade do sistema elétrico potiguar e garantir o brilho, a energia e a segurança em todas as regiões do estado.

Batizada de “Operação Festas”, a ação mobilizou diversos setores da concessionária potiguar e concentrou-se, principalmente, naqueles municípios onde há eventos de maior porte tais como Mossoró, Natal e Assu (confira mais detalhes abaixo).

De forma geral, a Cosern realizou:

Inspeção visual e termográfica nas subestações e linhas de transmissão que suprem os maiores centros urbanos do Estado;

Inspeção visual e termográfica nos alimentadores que atendem áreas de concentração turística;

Revisão preventiva dos equipamentos telecomandados da rede de distribuição;

Revisão preventiva nas três subestações móveis que ficam estacionadas e de sobreaviso em Natal, Caicó e Mossoró;

Poda de árvores quando necessário; e

Reforço das equipes de plantão.

Mossoró:

A Cosern fez inspeção visual e termográfica em 3,5 quilômetros da rede elétrica com auxílio de um veículo especial para identificar possíveis pontos quentes e prevenir ocorrências. No total, a rede elétrica do município passou por 20 manutenções preventivas com vistas às festividades.

Além disso, a Cosern substituiu cerca de 1.000 metros da rede elétrica na região dos festejos por multiplexada (protegida), uma tecnologia que convive melhor com o meio ambiente, evita poda de árvores, reforça a confiabilidade do sistema e o nível de segurança do fornecimento.

Durante três dias da semana passada, uma Unidade Móvel de Atendimento da Cosern ficou à disposição dos comerciantes que vão montar suas barracas nas festas para agilizar os pedidos de ligações provisórias. Durante a realização dos eventos, equipes de plantão da Cosern vão inspecionar e desativar ligações clandestinas (o popular “gato”) que por ventura sejam identificadas.

Somente este ano, 07 pessoas já foram presas em flagrante pela polícia em todo estado por causa das ligações clandestinas. Além de ser crime, a infração coloca em risco a vida das pessoas nas proximidades e poder provocar queima de equipamentos e perturbações no fornecimento de energia. O volume recuperado pela Cosern com as ações de fiscalização de janeiro até maio daria para abastecer, por exemplo, um município do porte de Patu durante um ano.

Natal:

Na capital potiguar, os festejos se concentram nas áreas externa do Ginásio Nélio Dias, na Zona Norte, e da Arena das Dunas, no bairro de Lagoa Nova. Na Zona Norte, a Cosern inspecionou 18 quilômetros da rede elétrica e fez a poda de 19 árvores, além de substituir 1,2 quilômetros da rede elétrica pelo tipo “Space”, mais compacta.

Para reforçar o fornecimento na região da Arena das Dunas, a Cosern fez uma inspeção termográfica na Subestação Elétrica Lagoa Nova e nos circuitos de alimentadores e sistemas da região, além da poda de 16 árvores. Nessa região, haverá uma concentração de shows de grande porte no período de 12 a 16 de junho, mas a programação junina segue até o final do mês com a realização do festival de quadrilhas.

Assu:

Na maior cidade da região do Vale, os grandes shows acontecerão na praça central da cidade no período de 14 a 24 de junho. A Cosern realizou no município a inspeção termográfica de 4,5 quilômetros da rede elétrica e realizou a poda das árvores no entorno do local dos festejos juninos.

Dicas de segurança Cosern para o período junino:

Sempre mantenha distância da rede elétrica e não solte fogos de artifício na direção de postes e condutores de energia em hipótese alguma. Os artefatos só devem ser manuseados por adultos e utilizados em locais distantes da fiação, afastados também de bandeirinhas de papel e de outros materiais inflamáveis.

Não acenda fogueiras próximas de postes ou debaixo de fios elétricos, uma vez que o calor das chamas pode superaquecer a rede, provocando o rompimento da fiação.

Ao enfeitar ruas e praças como bandeirinhas, bandeirolas, faixas e outros adereços, utilize materiais que não sejam condutores de corrente elétrica e nunca amarre os adereços em postes e fios. A Cosern adverte que não é permitida a fixação de adornos, painéis, bonecos de pano e artifícios de decoração próxima à rede elétrica.

Não solte balões. Além de ser crime, trata-se de uma brincadeira de alto risco, especialmente se o balão entrar em contato com um fio energizado ou cair dentro de uma subestação. Nesse último caso, pode haver risco de explosões.

Não faça ligações clandestinas de energia para iluminar arraias ou barraquinhas que comercializam comidas típicas e fogos de artifício. Além de sobrecarregar o sistema, elas representam risco de curto-circuito, acidentes graves e é crime previsto no Código Penal Brasileiro.

Em caso de acidentes, a Cosern reforça os seguintes alertas:

Não se aproxime de fios caídos, isole o local e não deixa outras pessoas se aproximarem.

Ligue imediatamente para o Samu (192), Corpo de Bombeiros (193) e Cosern (116).

Continue lendo

Rio G do Norte

Allyson Bezerra pede apoio a coordenador de bancada federal para pautas da saúde e infraestrutura

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

O deputado estadual Allyson Bezerra (Solidariedade) foi recebido nesta quarta-feira (12) pelo coordenador da bancada federal potiguar em Brasília, deputado federal Rafael Motta (PSB).

Na reunião, Allyson apresentou demandas do Rio Grande do Norte ao deputado. Entre elas, reforçou o pedido para credenciamento de dez leitos de UTI do Hospital São Luiz, em Mossoró, pauta já adiantada no dia anterior ao senador Styvenson Valentim (Podemos).

Também apresentou encaminhamento de medidas para ampliar voos comerciais no Aeroporto Dix-sept Rosado em Mossoró para período noturno e pautas da Frente Parlamentar da Engenharia no Rio Grande do Norte, criada no âmbito da Assembleia Legislativa por proposição do próprio Allyson Bezerra.

Allyson agradeceu Rafael Motta pelo apoio da bancada federal em favor da aprovação do decreto que tornou o sal marinho potiguar de interesse social, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro na semana passada.

Lembrou que em fevereiro deste ano, no início do seu mandato, realizou audiência pública para discutir os impasses vividos pela indústria salineira potiguar e foi até Brasília pedir apoio dos deputados federais e senadores.

“Era uma reivindicação do setor e uma luta anterior até a essa legislatura, que uniu a classe política do RN, algo que deve continuar”, destacou Allyson Bezerra.

Continue lendo