Conecte-se conosco

Rio G do Norte

Municípios em emergência por seca têm prazo para apresentar informações de perdas

Foto/Crédito Divulgação

Publicados

em

Os 135 municípios potiguares incluídos no decreto número 29.131 de 8 de setembro, publicado na edição desta terça-feira (10) no Diário Oficial do Estado, têm até dia 20 de setembro para preencher o Formulário de Informação do Desastre (Fide), do Ministério do Desenvolvimento Regional, relatando as perdas na agricultura, pecuária, indústria e comércio em decorrência da estiagem prolongada.

Segundo o coordenador estadual da Defesa Civil, Marcos de Carvalho, o documento é critério para que o Governo Federal faça o reconhecimento da situação de seca e colapso de abastecimento de água nas cidades e, assim, possa liberar recursos. O preenchimento do Fide deve ser feito pelas Coordenadorias Municipais de Defesa Civil (Comdecs).

“O município que não enviar as informações será prejudicado e poderá perder programas como o Garantia Safra, Operação Carro Pipa e ficará impedido de fazer refinanciamento de dívidas no Banco do Nordeste”, explica Marcos de Carvalho.

Todos os municípios inseridos no decreto estadual deverão realizar o preenchimento do Fide na Plataforma do Sistema Integrado de Informações de Desastres (S2ID) no site www.s2id.mi.gov.br, até o próximo dia 20, para que a Defesa Civil envie o processo de pedido de reconhecimento federal.

Decreto

A governadora Fátima Bezerra decretou situação de emergência por seca em 135 municípios, por 180 dias, o que representa cerca de 81% das cidades potiguares. Dentre os dados técnicos que embasaram o decreto foram considerados a situação de insegurança hídrica no Estado, o impacto socioeconômico dos anos de seca para setor agropecuário do Rio Grande do Norte e dados do Monitor de Secas do Nordeste, da Agência Nacional de Águas (Ana), que foram utilizados para a definição dos municípios a ser contemplados pela decretação da situação de emergência.

Municípios em situação de emergência

1) Acari, 2) Assú, 3) Afonso Bezerra, 4) Água Nova, 5) Alexandria, 6) Almino Afonso, 7) Alto dos Rodrigues, 8) Angicos, 9) Antônio Martins, 10) Apodi, 11) Areia Branca, 12) Baraúnas,  13) Barcelona, 14) Bento  Fernandes,  15) Bodó,  16) Boa Saúde, 17) Bom Jesus, 18) Caiçara do Norte, 19) Caiçara do Rio do Vento, 20) Caicó, 21) Campo Redondo, 22) Caraúbas, 23) Carnaúba dos Dantas, 24) Carnaubais, 25) Cerro-Corá, 26) Coronel Ezequiel, 27) Campo Grande, 28) Coronel João Pessoa, 29) Cruzeta, 30) Currais Novos, 31) Doutor Severiano, 32) Encanto, 33) Equador, 34) Felipe Guerra, 35) Fernando Pedroza, 36) Florânia, 37) Francisco Dantas, 38) Frutuoso Gomes, 39) Galinhos, 40) Governador Dix-Sept Rosado, 41) Grossos, 42) Guamaré, 43) Ipanguaçu, 44) Ipueira, 45) Itajá, 46) Itaú, 47) Jaçanã, 48) Jandaíra, 49) Janduís, 50) Japi, 51) Jardim de Angicos, 52) Jardim de Piranhas, 53) Jardim do Seridó, 54) João Câmara, 55) João Dias, 56) José da Penha, 57) Jucurutu, 58) Lagoa Nova, 59)  Lagoa Salgada, 60)  Lagoa d’Anta, 61)  Lagoa de Pedras, 62)  Lagoa de Velhos, 63) Lajes, 64) Lajes Pintadas, 65) Lucrécia, 66) Luís Gomes, 67) Major Sales, 68) Marcelino Vieira, 69) Martins, 70) Messias Targino, 71) Monte das Gameleiras, 72) Mossoró, 73) Macau, 74) Nova Cruz, 75) Olho d’Água dos Borges, 76) Ouro Branco, 77) Paraná, 78) Paraú, 79) Parazinho, 80) Parelhas, 81) Passa e Fica, 82) Patu, 83) Pau dos Ferros, 84) Pedra Grande 85) Pedra Preta, 86) Pedro Avelino, 87) Pendências, 88) Pilões, 89) Portalegre, 90) Porto do Mangue, 91) Serra Caiada, 92) Rafael Fernandes, 93) Rafael Godeiro, 94) Riacho da Cruz, 95) Riacho de Santana, 96) Riachuelo, 97) Rodolfo Fernandes, 98) Ruy Barbosa, 99) Santa Cruz, 100) Santa Maria, 101 Santana do Matos, 102) Santana do Seridó, 103) Santo Antônio, 104) São Bento do Norte, 105) São Bento do Trairi, 106) São Fernando, 107) São Francisco do Oeste, 108) São João do Sabugi, 109) São José do Campestre, 110) São José do Seridó, 111) São Miguel, 112) São Paulo do Potengi, 113) São Pedro, 114) São Rafael, 115) São Tomé, 116) São Vicente, 117) Senador Elói de Souza, 118) Serra Negra do Norte, 119) Serra de São Bento, 120) Serra do Mel, 121) Serrinha dos Pintos, 122) Serrinha, 123) Severiano Melo, 124) Sítio Novo, 125) Taboleiro Grande, 126) Tangará, 127) Tenente Ananias, 128) Tenente  Laurentino Cruz, 129) Tibau, 130)  Timbaúba dos  Batistas, 131) Triunfo Potiguar 132) Umarizal, 133) Upanema, 134) Venha-Ver, 135) Viçosa.

Continue lendo
Propaganda

Rio G do Norte

Conselho de Consumidores da Cosern reune especialistas e gestores municipais para discutir iluminação pública

Publicados

em

De

Foto: Marcello Rachid/Cosern/Divulgação

O Conselho de Consumidores da Cosern realizou nesta sexta-feira (20) no Hotel Escola Barreira Roxa, em Natal, o I seminário sobre a Contribuição Para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública (COSIP) para gestores e administradores municipais do Rio Grande do Norte.

Pela Cosern, estiveram presentes o Superintendente de Clientes da Cosern, Walmary Nunes, o Gerente de Grandes Clientes, Guilherme Gilson, a Gerente de Comunicação Externa e Relacionamento Institucional e Governamental, Karine Severo, a Supervisora da Ouvidoria da Cosern, Maria Aparecida Oliveira, gestores e a analistas da concessionária.

O Conselho de Consumidores da Cosern foi representado pelo seu presidente, Itamar Manso, e o evento também contou com a presença do diretor da Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee), José Gabino, do Ouvidor da Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsep), Olegário Passos (na ocasião representando a Agência Nacional de Energia Elétrica, a Aneel), do Secretário Municipal de Serviços Urbanos (Semurb) da Prefeitura de Natal, Irapoã Nóbrega, e de representantes das prefeituras de São Gonçalo do Amarante, Boa Saúde e Parnamirim, entre outros municípios.

No evento, que teve como tema central a regulamentação e transparência para uma gestão responsável, foram debatidos temas como a regulação do setor elétrico e a contribuição para o custeio da iluminação pública, a relação entre o poder público e a distribuidora com relação à contribuição de iluminação pública, convênios e relacionamento e os desafios na gestão da COSIP para os gestores municipais.

Continue lendo

Rio G do Norte

Incêndio sob controle: em Patu, governadora visita posto de comando da Operação Santuário do Lima

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

A atuação de voluntários tem se somado ao Corpo de Bombeiros Militares e à Defesa Civil no combate aos inúmeros focos de incêndios em Patu, na operação denominada Santuário do Lima, na cidade de Patu. Desde segunda, foram combatidos 317 focos de incêndio. Logo que subiu à serra do Lima, no final da tarde desta sexta-feira (20), a governadora Fátima Bezerra se reuniu com o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN) e comandante da operação, coronel Monteiro Júnior, para se inteirar acerca do trabalho que vem sendo realizado ininterruptamente durante a semana para combater o fogo na mata.

“Eu venho aqui agradecer ao povo de Patu e de toda a região pelas lições de solidariedade que vocês nos deram ao longo dessa semana. É assim, de mãos dadas, que vamos construindo dias melhores para Patu e para todo o Rio Grande do Norte. Aos nossos bombeiros militares e aos voluntários, reconhecemos de coração o gesto de bravura e coragem para debelar os focos de incêndio”, disse Fátima. Ela falou após a palavra de agradecimento, seguida de oração, ministrada pelo padre Telmo Feitosa, no Santuário do Lima, dedicado à Nossa Senhora dos Impossíveis.

O Governo do Estado e o CBMRN conseguiram controlar grande parte do fogo, mas segue monitorando e combatendo outros focos de incêndio na serra. Mais de 200 pessoas envolvidas na força-tarefa entre militares e voluntários. Além do combate propriamente dito, os voluntários têm trabalhado para arrecadar donativos.

O coronel Monteiro ressaltou a atuação do voluntariado e afirmou que, em seus 25 anos de carreira, essa foi a primeira vez em que testemunhou uma população tão consciente de seu patrimônio ambiental. “Nós nos sentimos honrados em estar trabalhando com a presença de vocês voluntários. Essa integração é importante e a união tem sido salutar para que consigamos manter o controle e em pouco tempo esperamos cessá-lo”, afirmou.

Segundo ele, o sinistro pode ter sido gerado de várias formas. Desde alguém que tenha lançado fogos de artifício, ou caçador que não apagou sua fogueira, ou uma queimada descontrolada. “É o tipo de incêndio muito difícil de controlar, pois está diretamente ligada às condições no tempo. E estamos no período de seca e na temporada de ventos”, explicou. A mata é densa e seca e entre 400 a 600 metros de altitude.

Durante a reunião, o coordenador da Defesa Civil estadual, coronel Marcos Carvalho, explicou que auxiliou o prefeito Rivelino Câmara a elaborar o decreto de emergência, que vai ajudar na obtenção de recursos federais para reestruturar a Defesa Civil Municipal e criar uma brigada de incêndio com bombeiros civis, treinados pela Defesa Civil Estadual e pelo Corpo de Bombeiros. “Esperamos que não ocorra outro evento desse porte, mas sabemos que estamos numa área propícia a incêndios devido ao período de seca e ventos”, afirmou.

Dentre os bombeiros militares atuantes na Operação Santuário do Lima, há a presença de novos praças formados neste mês, entre eles, a soldado Ana Paula Targino, que estreia na profissão em uma importante missão. “Tem sido um aprendizado gigantesco. Após um ano de treinamento, pegamos justamente esta missão. O terreno é muito acidentado. Temos colocado uma bolsa costal com 20 litros de água. O acesso é difícil, mas é muito gratificante sair de lá sabendo que a gente ajudou pelo menos um pouco a combater o incêndio”, declarou.

O combate ao fogo teve início na Serra do Lima na última segunda-feira (16), por volta das 15h, com equipes do Corpo de Bombeiros das cidades de Pau dos Ferros e Caicó. Mais de 40 militares da capital e de Mossoró foram enviados para somar na força-tarefa junto aos voluntários. Somam à equipe quatro oficiais, sob o comando do coronel Monteiro.

Participaram da reunião com a governadora a deputada estadual Isolda Dantas, o prefeito Rivelino Câmara, os vereadores de Patu, Tiago Queiroga e Ana Carla Cavalcante, e o vereador de Mossoró, João Gentil, que é natural de Patu.

Continue lendo

Rio G do Norte

Com fogo controlado, Corpo de Bombeiros mantém combate a incêndio em Patu

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

O combate ao incêndio na Serra do Lima, em Patu, na região Oeste do Rio Grande do Norte, ainda é mantido pelo Corpo de Bombeiros. No fim da tarde desta quinta-feira (19), a corporação divulgou mais uma atualização sobre o trabalho no local.

De acordo com a nota, grande parte do fogo foi controlado na manhã de hoje. No entanto, o Corpo de Bombeiros “segue monitorando e combatendo outros focos de incêndio”.

Segundo o Governo do RN, mais de 200 pessoas estão envolvidas na força-tarefa, entre bombeiros e voluntários. Nesta tarde, a governadora Fátima Bezerra “autorizou o incremento de mais diárias operacionais para garantir o reforço no local até o total controle do incêndio.”

“À noite, é natural que a população veja com mais facilidade os pequenos focos de incêndio, mas já os controlamos bastante, e sabemos que, além do nosso combate incessante, a temperatura cairá com a velocidade dos ventos, o que nos favorece. Não vamos parar o combate”, disse o comandante-geral do CBMRN, coronel Monteiro Junior.

Fonte: blog do Vlaudey Liberato

Continue lendo