Conecte-se conosco

Esportes

Mãe de Pep Guardiola morre na Espanha após contrair coronavírus

Dolors tinha 82 anos e estava em Barcelona. Manchester City, Bayern, Real Madrid, De Bruyne e mundo do futebol dão condolências aos familiares

Foto/Crédito Divulgação/EFE

Publicados

em

Dolors Sala Carrió, mãe do técnico Pep Guardiola, é mais uma vítima do coronavírus, pandemia que matou milhares de pessoas pelo mundo. Ela tinha 82 anos. Além de Pep Guardiola, Dolors, casada com Valetí Guardiola, tinha mais duas filhas (Olga e Francesca) e um filho (Pere). As informações são do Globo Esporte.

“A família Manchester City está arrasada ao relatar a morte de Dolors Sala Carrió, mãe de Pep, em Manresa, Barcelona, depois de contrair o coronavírus. Todo mundo associado ao clube envia sua mais sincera condolência neste momento mais angustiante para Pep, sua família e todos os seus amigos.”, diz o comunicado oficial do Manchester City, clube de Pep Guardiola.

Há cerca de duas semanas, Pep Guardiola doou um milhão de euros para a Fundação Àngel Soler Daniel, administrada pelo Collegi de Metges, em Barcelona, que luta contra o coronavírus.

A Espanha é um dos países mais atingidos pela pandemia do Covid-19, registrando mais de 135 mil casos e 13.055 mortes até o fim da manhã desta segunda-feira.

Homenagens do futebol a Guardiola e família

Após o anúncio do Manchester City, o mundo do futebol prestou homenagens a família de Pep Guardiola. Entre eles, Bayern, Barcelona e Real Madrid, além de jogadores como De Bruyne e Mendy.

“O FC Barcelona lamenta a perda de Dolors Sala e, nesse momento tão difícil, envia os seus mais sinceros pêsames para Pep Guardiola, familiares e amigos. Descanse em paz!”, escreveu o Barcelona em suas redes sociais.

“Caro Pep, todo o FC Bayern está tristemente conectado a você e sua família!”, publicou o Bayern.

“O Real Madrid CF está profundamente triste com a morte de Dolors Sala Carrió, mãe de Pep Guardiola. Nosso clube deseja transmitir suas condolências à sua família e entes queridos.”, publicou o Real Madrid.

Jogador de Guardiola no City, o belga De Bruyne se solidarizou com o o treinador. Assim como o francês Mendy.

“Os pensamentos estão com Pep e sua família neste momento. Um time”, postou.

“Você sempre me tratou como um filho e, como em uma família, rimos juntos, também choramos juntos. Minhas condolências mais profundas a Pep e toda a família Guardiola.”, escreveu Mendy.

Mãe de Pep era reservada

Segundo uma biografia de Pep Guardiola chamada “La meva gente, el meu futbol”, Dona Dolors era bastante reservada, ao contrário de Seu Valentí, que vive exaltando os feitos do filho. O casal era presença constante nas ruas da pequena Santpedor, município catalão onde nasceu Guardiola.

Em 2009, durante um evento no qual foi homenageado pela cidade Santpedor pelos feitos na, ainda, curta carreira, Pep Guardiola se emocionou ao agradecer o apoio e sacrifício dos pais na sua educação e carreira.

– Essa homenagem deixa meus pais muito felizes – disse Guardiola, citado pelo jornal espanhol “As”, que escreveu à época: “Guardiola por pouco não chorou ao citar os pais”.

No mesmo evento, Dona Dolors disse que já previa que o filho seria um grande técnico.

– Quando era jogador jovem, já enxergava o jogo como tinha que se enxergar. Já mandava.

Francisco das Chagas Fernandes de Souza, 35 anos, servidor público (Gari), conhecido como Chaguinha Net. Em 2011 criou o Blog do Chaguinha Net e em 2018 foi além e criou o Portal Potengi News, possibilitando para a Região do Potengi um espaço virtual de qualidade e credibilidade. Aqui você pode conferir as principais notícias da Região Potengi, Rio Grande do Norte, Brasil e do Mundo.

Continue lendo
Propaganda

Esportes

É oficial: a liga espanhola de futebol retorna em 8 de junho

Real Madri é o segundo na tabela

Publicados

em

Real Madri é o segundo na tabela. Foto/EFE

O governo espanhol deu sinal verde para a retomada das atividades esportivas. Depois de dois meses, haverá futebol na Espanha. A primeira partida será o clássico entre Sevilha e Real Betis, que será realizado na semana de 8 de junho. Informações da AFP.

Neste sábado (23) foi anunciado  pelo presidente, Pedro Sánchez, que a liga espanhola de futebol, depois de quase três meses interrompidos pela crise do coronavírus, seguirá normalmente, mas sem a presença de torcedores nos estádios.

“Naquela semana, a retomada das principais competições esportivas e profissionais e, em particular, da liga de futebol será autorizada”, disseram as palavras do presidente em entrevista coletiva.

De fato, Sánchez acredita que a Espanha trabalhou muito bem nos últimos meses para controlar o COVID-19 e é por isso que é hora de certas atividades voltarem ao normal, incluindo o futebol.

Mais de dois meses após o término da competição, os jogadores começaram a treinar em pequenos grupos alguns dias atrás. Um cronograma apertado obrigará a haver duelos durante a semana, além de sexta, sábado e domingo, a portas fechadas, com apenas 197 pessoas autorizadas a participar de acordo com o protocolo.

Continue lendo

Esportes

Jogadores do Flamengo se posicionam a favor dos treinos no CT

Através de nota assinada pelos atletas e pelo técnico Jorge Jesus, elenco garantiu se sentir protegido para realizar as atividades.

Publicados

em

Foto/Crédito Divulgação

Em nota oficial publicada no site do clube na manhã desta quinta-feira(21), os jogadores do Flamengo, seguidos do vice-presidente de futebol Marcos Braz, o diretor Bruno Spindel e o técnico Jorge Jesus, afirmaram que se sentem seguros com protocolo elaborado pelo clube para a volta aos treinos. Informações do site Terra

“Os atletas e os integrantes envolvidos no dia a dia do Ninho do Urubu informam que se sentem seguros e aptos a retomar os treinamentos em razão do protocolo de segurança e prevenção adotado pelo Departamento Médico”, diz parte da nota oficial.

A manifestação vem em meio a uma “guerra” travada pela diretoria do clube para retomar as atividades. Na noite da última quarta-feira(20), após uma reunião com a prefeitura e representantes da saúde, o Flamengo ouviu que não tem autorização para os treinos no CT, apenas fisioterapia. No entanto, conforme já noticiado pela reportagem da Goal.com, o clube se sente juridicamente protegido e vai seguir treinando no Ninho do Urubu.

Confira a nota na íntegra: 

Diretoria, comissão técnica e atletas profissionais do Clube de Regatas do Flamengo vêm a público se manifestar a respeito do retorno das atividades do futebol profissional no Centro de Treinamento George Helal.

Os atletas e os integrantes envolvidos no dia a dia do Ninho do Urubu informam que se sentem seguros e aptos a retomar os treinamentos em razão do protocolo de segurança e prevenção adotado pelo Departamento Médico do Flamengo.

O protocolo foi colocado em prática seguindo as mais rigorosas determinações de segurança internacional. Colaboradores, atletas e integrantes da comissão técnica realizaram testes com resultado negativo para a Covid-19, além de serem examinados diariamente pelo Departamento Médico.

O Centro de Treinamento do Flamengo dispõe dos equipamentos necessários e também conta com diária higienização rigorosa. Não à toa, o clube adotou 13 medidas para retomar as atividades e que foram divulgadas na última segunda-feira (18).

Depois de exames na reapresentação e de testes físicos no dia seguinte, os treinos foram retomados na quarta-feira (20) em acordo com o protocolo da FERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro). Vale ressaltar que o documento contempla atividades ao ar livre. Sendo assim, os grupos de trabalho são espalhados pelos campos do Ninho do Urubu.

Por fim, atletas e integrantes do futebol profissional do Flamengo reforçam o entendimento sobre o momento delicado e estão dispostos a colaborar com ações que favoreçam o combate ao novo coronavírus e o retorno aos treinamentos.

Atenciosamente,

Marcos Braz
Vice-presidente de Futebol

Bruno Spindel
Diretor Executivo de Futebol

Jorge Jesus
Técnico do time profissional

Continue lendo

Esportes

Capetinha diz que jogou mais que Neymar, Messi e CR7

Campeão do mundo com a Seleção Brasileira em 2002, o ex-jogador afirmou que jogou mais que os três atletas, considerados maiores jogadores de todos os tempos

Publicados

em

Foto: LANCE!

O ex-atacante Edílson Capetinha, campeão do mundo em 2002 com a Seleção Brasileira, deu uma declaração polêmica durante o programa Os Donos da Bola desta terça-feira (12). Questionado pelo apresentador Neto se jogava mais que Messi e Neymar, o ex-jogador respondeu:

“Eu. Na fase boa, eu. Para ele jogar mais do que eu, ele tem que ser campeão mundial. Eu tenho personalidade. O Messi, para jogar mais do que eu, tem que ser campeão mundial”, afirmou, em referência ao título da Copa do Mundo.

 Até o português Cristiano Ronaldo foi colocado na discussão. Ao ser perguntado pelo apresentador Neto, o Capetinha afirmou que é mais habilidoso que o astro da Juventus. Informações do site Terra

“O Renato Gaúcho falou que jogou mais do que o Cristiano Ronaldo. Então também posso falar. O Cristiano Ronaldo é só força, chuta de direita e de esquerda… Eu sou mais habilidoso que ele”, concluiu o comentarista.

Fontes: Lance | Terra

Continue lendo

Destaques