Conecte-se conosco

Política

“Lula está solto, mas continua com crimes nas costas”, diz Bolsonaro

“A grande maioria do povo brasileiro é honesto e trabalhador, não vamos dar espaço e nem contemporizar para um presidiário”, afirmou ainda.

Crédito: Adriano Machado/Reuters

Publicados

em

Um dia após a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da prisão em Curitiba, onde estava desde 7 de abril do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro criticou o petista ao deixar o Palácio do Alvorada, neste sábado, para comparecer a um churrasco no setor militar de Brasília. As informações são do Estadão.

“Lula está solto, mas continua com todos os crimes dele nas costas”, disse Bolsonaro. “A grande maioria do povo brasileiro é honesto e trabalhador, não vamos dar espaço e nem contemporizar para um presidiário”, afirmou ainda.

Mais cedo, pelas redes sociais, Bolsonaro já havia atacado Lula, mas indiretamente, sem mencionar o nome do ex-presidente nem de nenhum adversário político. “Amantes da liberdade e do bem, somos a maioria. Não podemos cometer erros”, disse no Twitter. “Sem um norte e um comando, mesmo a melhor tropa, se torna num (sic) bando que atira para todos os lados, inclusive nos amigos. Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa”, afirma.

Em um segundo tuíte, o presidente da República escreve: “Iniciamos a (sic) poucos meses a nova fase de recuperação do Brasil e não é um processo rápido, mas avançamos com fatos”. E repete: “Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa”.

Nos dois posts, Bolsonaro evita qualquer menção direta a adversários políticos que ganharam liberdade após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de derrubar a prisão após a condenação em segunda instância. Porém, ao deixar o Alvorada, ele deixou claro de que as postagens eram sobre Lula. “Já fiz um comentário nas minhas mídias sociais hoje e vai ter outro à tarde”, disse quando foi perguntado sobre a soltura do ex-presidente da República. Mais cedo, Bolsonaro tinha recebido a visita do seu filho o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e também do ministro de Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno.

Continue lendo
Propaganda

Política

Bancada do Solidariedade estará em peso sexta-feira, 1, em Mossoró

Publicados

em

De

Os 3 deputados estaduais do Solidariedade, Kelps Lima, Cristiane Dantas e Allyson Bezerra, estarão juntos em Mossoró nesta sexta-feira, 1 de novembro, no Encontro Regional do Partido Solidariedade.

O evento vai acontecer no Hotel Vila Oeste, às 19h, com participação de membros de várias cidades do Rio Grande do Norte.

Continue lendo

Política

“Oposição marchará unida rumo à vitória”, dispara Allyson Bezerra em encontro do PL em Mossoró

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

O deputado estadual Allyson Bezerra (Solidariedade) mandou um recado durante o Encontro Municipal do Partido Liberal (PL) e PL Mulher, realizado na noite desta quinta-feira (17), no Hotel Villa Oeste, em Mossoró-RN.

Deixou claro sua confiança de que nas próximas eleições municipais, a oposição de Mossoró “marchará” unida.

“A oposição só terá apenas um candidato a prefeito de Mossoró. Esse é consenso que nós temos. Se depender do partido Solidariedade, a oposição marchará unida rumo à vitória, porque Mossoró vai mudar. Não tenho nenhuma dúvida disso”, avisou o parlamentar.

Salientou que “qualquer partido que deixe de lado as suas posições e se coloque no lugar do mossoroense que está querendo mudança, que está cansado da mesma política, das mesmas práticas, qualquer partido que tenha esse pensamento de falar a verdade, o Solidariedade estará marchando unido. É um compromisso que nós assumimos”.

Deixou bastante claro, sem usar qualquer jogo de palavras, uma aspiração: “Queremos marchar unidos com o PL, de mãos dadas com o PL, queremos estar com o PL nas próximas eleições”.

“Mossoró vai mudar”

E reforçou logo em seguida: “Vou dizer em alto e bom som. Mossoró vai mudar, não tenho nenhuma dúvida disso. Vamos nos unir, vamos caminhar juntos, lado a lado e vamos mudar Mossoró nas próximas eleições”.

Deputado em primeiro mandato na Assembleia Legislativa, originário da zona rural de Mossoró e com trajetória de vida toda na escola e universidades públicas, ele defendeu o diálogo para busca do entendimento político. “Política se faz reconhecendo que temos que conversar, mesmo com divergências, de sentar na mesma mesa, como estamos aqui, e conversar”.

O evento foi organizado pelo empresário e ex-candidato a vice-prefeito em 2016 Jorge do Rosário, presidente do PL Mossoró. Participaram do encontro a deputado estadual Isolda Dantas (PT), o deputado estadual Ubaldo Fernandes (PL), o ex-candidato a prefeito Tião Couto, os vereadores Petras Vinícius, Raério Araújo, Genilson Alves, Alex do Frango, Ozaniel Mesquita e Gilberto Diógenes; ex-candidato a prefeito Gutemberg Dias, a ex-prefeita Cláudia Regina e o presidente do Diretório Estadual do Solidariedade Lawrence Amorim.

Continue lendo

Política

Governo desiste de indicar Eduardo Bolsonaro para a embaixada dos EUA

Publicados

em

De

Foto/Adriano Machado/Reuters

Pela contagem feita pelo Estadão, a nomeação de Eduardo Bolsonaro contava com 15 votos. Eram necessários 43. O filho acumula duas derrotas em menos de 48 horas. Ele também anunciou que ocuparia a liderança do PSL na Câmara. Mas o ato já foi revertido pelo partido.

Continue lendo