Conecte-se conosco

Política

Ivanildinho é o novo prefeito de Santa Cruz, RN

Ivanildinho é o novo prefeito de Santa Cruz, RN - Foto: Wallace Azevedo

Publicados

em

O advogado Ivanildinho Ferreira é o novo prefeito de Santa Cruz. A eleição de Ivanildinho confirma o prestígio do deputado estadual Tomba Farias (PSDB) no município, onde a sua liderança política foi essencial para a derrota do candidato adversário, Péricles Rocha apoiado por lideranças da política estadual, como a governadora Fátima Bezerra (PT), os senadores Jean Paul Prates (PT), Zenaide Maia (PROS) e os deputados estaduais Gustavo Carvalho (PSDB) e Ubaldo Fernandes (PTC).

Após a apuração das urnas o prefeito eleito Ivanildinho Ferreira obteve 9.853 votos, contra os 9.255 sufrágios conferidos ao candidato Péricles Rocha.

Para o parlamentar, a vitória do seu candidato representa “ a vitória da verdade e do trabalho”, já que, na sua opinião, a população de Santa Cruz decidiu não abrir mão do ‘boom’ desenvolvimentista vivenciado no município. “Foi uma eleição diferente. A luta valeu à pena e por isso agradeço a Deus, à minha família e ao povo de Santa Cruz que optou pela continuidade do nosso trabalho e deu uma votação consagradora a Ivanildinho”, disse Tomba.

Destacando que a sua vitória é resultado da liderança política de Tomba Farias, o prefeito eleito disse que a sua gestão dará continuidade ao trabalho da ex-prefeita Fernanda Costa, cuja administração fez de Santa Cruz um município diferenciado no Rio Grande do Norte.

Fonte: Blog do BG

Continue lendo
Propaganda

Política

Solidariedade começa a qualificar mulheres para disputar eleições em 2020

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

Em Iniciativa inédita no Brasil, o Partido Solidariedade começa, neste fim de semana, um projeto nacional de treinamento para habilitar mulheres a participar de eleições de forma saudável, o mais longe possível da política antiga, e com técnicas que barateiam ao máximo as campanhas eleitorais.

O projeto LIDERA + selecionou 100 mulheres de vários lugares do Brasil para começar o treinamento em São Paulo. Nesta sexta-feira, 02 de agosto, ocorreu o lançamento formal do projeto. Neste sábado, 03 de agosto, começaram as palestras e atividades interativas.

O Rio Grande do Norte tem papel importante no projeto. Três palestrantes do Estado estão na equipe encarregada de colaborar na formação das futuras candidatas (Kelps Lima, Luciana Bezerra e Washington Rodrigues). E seis mulheres do RN foram selecionas a irem para São Paulo como alunas do Lidera+: Débora, Adriana, Magnólia, Leilane, Aline e Ana Paula.

Continue lendo

Política

Kelps contra o Nepotismo: novo projeto da lei proíbe governadores de nomear maridos e esposas

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

Kelps apresentou projeto de lei que aperta ainda mais o combate contra o nepotismo, aquela prática antiga dos detentores de cargos políticos de nomear parentes quando ganham a eleição.

A lei de nepotismo já existe. Mas ainda tem brechas que permitem aos poderosos de plantão continuar fazendo nomeações de alguns parentes próximos, o que a população já não concorda há muito tempo por ser uma prática da política antiga.

Agora, caso a nova proposta de lei de Kelps seja aprovada, nenhum governador pode nomear parentes próximos, como marido e esposa, para ser secretário de Estado, beneficiando a própria família.

“Os dois últimos governadores do RN fizeram isso. Nomearam seus marido e esposa para comandarem o governo. E não disseram isso durante a campanha. No final, deu no que deu, dois dos piores governos que o Estado já viu”, explica Kelps.

Continue lendo

Política

Dodge se mostra contra pedido de anulação de condenação de Lula

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

Em parecer enviado ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta sexta-feira, 21, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, manifestou-se contrária ao pedido feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que a ação penal que o condenou seja anulada.

A defesa de Lula incluiu no pedido de habeas corpus apresentado ao Supremo na semana passada a transcrição de mensagens que teriam sido trocadas entre o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, e integrantes da força-tarefa da Lava Jato Os advogados de Lula afirmaram que as supostas mensagens mostram “completo rompimento da imparcialidade objetiva e subjetiva”.

O pedido de habeas corpus acusa Moro de ter agido com parcialidade ao condenar Lula no caso do triplex do Guarujá, quando ainda era juiz federal em Curitiba, e depois assumir cargo no primeiro escalão do governo de Jair Bolsonaro. O recurso será julgado no próximo dia 25 pela Segunda Turma da Corte.

Para Raquel Dodge, no entanto, “há fundadas dúvidas jurídicas” em relação às supostas mensagens trocadas e que foram anexadas ao processo. “É que o material publicado pelo site The Intercept Brasil, a que se refere a petição feita pela defesa do paciente, ainda não foi apresentado às autoridades públicas para que sua integridade seja aferida”, argumenta a procuradora-geral.

“Diante disso, a sua autenticidade não foi analisada e muito menos confirmada. Tampouco foi devidamente aferido se as referidas mensagens foram corrompidas, adulteradas ou se procedem em sua inteireza, dos citados interlocutores. Estas circunstâncias jurídicas têm elevado grau de incerteza neste momento processual, que impede seu uso com evidência a corroborar a alegação de suspeição feita pela defesa do paciente neste autos.”

No documento enviado a Fachin, a chefe do Ministério Público Federal também manifestou preocupação com a possibilidade de as supostas mensagens terem sido obtidas “de maneira criminosa”.

Se for o caso, continua Raquel, trata-se de um “grave atentado às autoridades constituídas brasileiras”. “É possível que, com o furto e uso de identidade, tais mensagens tenham sido adulteradas ou de alguma forma manipuladas. Trata-se de grave e criminoso atentado contra o Estado e suas instituições, que está sob a devida apuração pelos órgãos competentes.”

Fonte: Estadão Conteúdo

Continue lendo