Conecte-se conosco

Tecnologias

Internet das Coisas: a tecnologia que vai transformar o varejo

Publicados

em


Jean Christian Mies, presidente da Adyen para a América Latina – Nos últimos 50 anos, o consumidor brasileiro viu o dinheiro físico ser pouco a pouco substituído pelo cartão de crédito; as compras online antes feitas no desktop migrarem para os aplicativos e até carteiras digitais. A evolução tecnológica foi sem dúvida o principal fator na transformação do comportamento de consumo. Mas e agora, qual será o próximo passo? Imagine fazer pedidos de supermercado e pagar por um sistema integrado à própria geladeira. Ou acertar a conta do restaurante pelo smartwatch. Pode parecer futurologia, mas essa tendência já faz parte de nossa realidade.

Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) é a expressão do momento no mercado de tecnologia. E não é por acaso: o BNDS estima que até 2025 aplicativos e soluções de IoT irão movimentar US$ 132 bilhões na economia brasileira. O conceito, que surgiu em 1999, serve para designar objetos inteligentes que se comunicam, entre si e com o usuário, por meio de sensores e softwares que transmitem dados para uma rede na nuvem. O resultado é muito mais eficiência, autonomia e praticidade.

Entre as aplicações da tecnologia que mais ganham espaço estão os wearables, ou tecnologias vestíveis. São dispositivos móveis como relógios, pulseiras e óculos que, entre outras funcionalidades, podem monitorar dados de saúde, replicar notificações do smartphone e até mesmo realizar pagamentos. Outra novidade, as smart houses, ou casas inteligentes, contam com sistemas que identificam a rotina do morador para configurar automaticamente climatização, iluminação e segurança.

Mas o potencial da IoT não para por aí. Já populares pelos usos tradicionais, os dispositivos conectados devem passar também a habilitar vendas e prometem revolucionar o varejo. Um smart shoe da Under Armour, por exemplo, já monitora passos, velocidade e trajeto com um discreto chip instalado no tecido do tênis. Mas e se ele também pudesse identificar o desgaste do sapato e solicitar ao smartphone modelos similares na plataforma de ecommerce, que poderiam ser comprados com um único clique ou por comando de voz?

Na era da experiência, lojistas precisam se adequar para atender à demanda dos consumidores por jornadas de compra que se encaixem melhor em suas rotinas. Dados recentes da Adyen indicam que 75% das pessoas comprariam com maior frequência se pudessem evitar filas, e 60% de todas as transações processadas pela empresa já são feitas por dispositivos móveis.

Mas as possibilidades da IoT para o varejo não são restritas ao e-commerce. Pelo novo  conceito de Unified Commerce, entende-se que as jornadas de compra online e offline devem ser totalmente integradas. Como acontece no sistema da empresa de tecnologia Atos, em que um motorista pode abastecer o seu smart car em um posto de gasolina sem precisar passar pela experiência de pagamento. Um sensor na bomba já reconhece a placa do carro e identifica o condutor por seus dados de pagamento cadastrados e o cobra automaticamente.

As tecnologias de IoT representam mais chances de conquistar o consumidor. Se antes ele estava disponível apenas ao vir à loja e ao navegar na internet pelo smartphone ou computador, agora o cliente pode ter acesso a lojistas ao ligar o carro, abrir a porta da geladeira e ao checar as horas no relógio. Essas tecnologias já existem e em breve contarão com opções de pagamento integradas. Para o varejo, é o momento de integrar os canais de venda e se preparar para abraçar as novidades tecnológicas e todas as possibilidades que vêm com elas.

Continue lendo
Propaganda

Tecnologias

Nordeste desponta em investimento em novas rotas de fibra óptica e ampliações de capacidades de backbones

Publicados

em

De

Cada vez mais aumenta a demanda por internet de alta velocidade em todas as regiões do país. No entanto, a região que mais tem recebido investimentos em infraestrutura de redes de alta capacidade e fibra óptica no Brasil tem sido a Nordeste. Segundo a Anatel, em 2018, houve um aumento de mais de 30% no total de acessos realizados por provedores de internet no Nordeste, passando de 1.061.278 pontos de acessos, em janeiro de 2018, para 1.388.571, em dezembro do mesmo ano.

De acordo com Sayde Diógenes Bayde, CCO (Chief Commercial Officer) da Mob Telecom, uma das principais provedoras de internet para o mercado wholesale da região, diversos fatores foram responsáveis por este crescimento: “na realidade quem está puxando o desenvolvimento da fibra óptica em todo o nordeste são provedores de pequeno e médio porte, os provedores regionais”.

A Mob Telecom tem participação em investimentos de backbones de alta capacidade e performance, que na linguagem das telecomunicações, significa ‘espinha dorsal’. Este termo é utilizado para identificar a rede principal pela qual os dados dos clientes de internet passam, e que também é responsável por enviar e receber dados entre cidades brasileiras ou até mesmo outros países.

Novas rotas de Rede Física

Segundo Sayde, a expansão da rede nordestina, assim como a criação de novas rotas é necessária por uma questão de mercado: “Estamos dentro dos principais estados do nordeste, em destaque o CE, PB, PI, PE, RN. Assim podemos chegar com internet de alta qualidade atendendo os maiores provedores regionais.  Queremos levar este avanço à toda região. Do ponto de vista de telecomunicações como um todo, é a banda larga que está em crescimento acelerado através das redes de fibra óptica”. A expectativa é que com essa expansão, a Mob Telecom tenha a capacidade de atender mais de mil provedores.

Novas rotas de Rede Lógica

> Rota Fortaleza x Mossoró ativação de 100 GB de capacidade. Melhoria de transportes de alta capacidades e redundância.

> João Pessoa x Campina Grande. Ativação de 200 Gigas de capacidade. Ampliação de backbone para melhoria.

> Arcoverde x Salgueiro. Ativação de DWDM entre Salgueiro, Serra Talhada, Custodia e Arcoverde.

> Ativação de 100 Gb entre Recife e Palmares. 100 Gigas entre Recife, Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca, Porto de Galinha, Rio Formoso, Barreiros, Agua Preta e Palmares.

> Rio de Janeiro x Fortaleza (20 GB). Ativação para melhoria de transporte de conteúdo entre as Cidades. Os conteúdos do Rio de janeiro direto para o  IP híbrido da Mob Telecom;

> Ativação de 100 Giga entre Recife x Salgueiro x Petrolina, para melhoria de transportes de alta capacidades e redundância.

Continue lendo

Tecnologias

Aprenda a usar três funções da NuConta que vão simplificar sua vida

Conta digital do Nubank reúne recursos que devolvem às pessoas o controle sobre seu dinheiro de forma transparente e sem tarifas abusivas.

Publicados

em

De

Mais de dez milhões de brasileiros já aderiram à revolução proposta pela NuConta, a conta digital do Nubank. Com essa expressiva marca de clientes, o produto é hoje o maior da fintech em número de usuários e também a maior conta digital fora da China e Índia. 

Criada em 2017, a conta digital do Nubank já está presente em 100% dos municípios brasileiros, até mesmo nos 40% que não têm agências bancárias físicas, permitindo que todos os brasileiros tenham acesso a serviços financeiros – e sem pagar nada por isso. 

Entre as razões que explicam o sucesso da NuConta, estão suas funcionalidades inovadoras que permitem guardar, investir e transferir dinheiro de maneira simples e transparente. Um exemplo é a integração entre o app do Nubank e a lista de contatos do celular. 

A função torna a transferência de dinheiro entre clientes que têm uma NuConta ainda mais fácil: basta ter o número de celular na agenda de contatos para realizar a operação. A partir daí, são poucos cliques. 

A possibilidade de ter os dados da conta do Nubank disponíveis para outros clientes que tenham seu número de celular é uma opção de cada usuário. Por padrão, esses dados não são compartilhados. Para utilizar o recurso, o cliente deve ativar a opção  “Deixar NuConta visível” no painel de configurações do app. Vale lembrar que as transferências entre clientes da NuConta e para outros bancos são ilimitadas e gratuitas.

Conheça outros recursos da NuConta que simplificam a vida dos brasileiros:

Função débito 

Todos os clientes da NuConta podem requisitar o acesso ao cartão com a função débito diretamente pelo app do Nubank. Para solicitar o cartão habilitado com a função débito, basta, no app do Nubank, ir em Configurações > Pedir Função Débito. Para quem já tem o novo modelo de cartão Nubank contactless, que foi lançado em setembro de 2018, a ativação do débito será automática após esse processo. 

Guardar Dinheiro

Criada em resposta a uma demanda dos clientes, a função Guardar Dinheiro permite reservar uma parte dos valores depositados na conta digital do Nubank em uma área separada do saldo para o dia a dia. A ideia é que o cliente tenha mais controle para organizar as suas finanças e use a NuConta tanto para gastos como para reservas – sem medo de confundir as quantias. O dinheiro guardado continua com liquidez diária e com o mesmo rendimento da conta do Nubank, 100% do CDI.  

Criada para simplificar a vida dos brasileiros, a NuConta não tem taxa de manutenção ou tarifas escondidas. Todo dinheiro depositado rende 100% do CDI com liquidez diária. Além disso, é possível pagar contas, boletos e fazer portabilidade de salário.

Continue lendo

Tecnologias

Empresa de telecomunicações Brisanet abre seleção para 420 postos de trabalho em Natal e região metropolitana

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

Para aquecer o mercado de trabalho no Rio Grande do Norte. A Empresa de telecomunicações Brisanet abriu nessa segunda-feira(16) seleção para preencher 420 postos de trabalho em diversas áreas e faixas salariais na capital potiguar e região metropolitana.

Dentre as oportunidades estão profissionais instaladores de telecomunicações, vendas, atendimento, logística, finanças, recursos humanos, entre outras.

Para participar da seleção os interessados(a) devem se cadastrar no site da empresa aqui até a meia-noite da próxima segunda-feira(23). Não é exigida graduação específica na área para a maioria das funções.

Continue lendo