Conecte-se conosco
[nome do seu blog]

Tecnologias

Internet das Coisas: a tecnologia que vai transformar o varejo

Publicados

em


Jean Christian Mies, presidente da Adyen para a América Latina – Nos últimos 50 anos, o consumidor brasileiro viu o dinheiro físico ser pouco a pouco substituído pelo cartão de crédito; as compras online antes feitas no desktop migrarem para os aplicativos e até carteiras digitais. A evolução tecnológica foi sem dúvida o principal fator na transformação do comportamento de consumo. Mas e agora, qual será o próximo passo? Imagine fazer pedidos de supermercado e pagar por um sistema integrado à própria geladeira. Ou acertar a conta do restaurante pelo smartwatch. Pode parecer futurologia, mas essa tendência já faz parte de nossa realidade.

Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) é a expressão do momento no mercado de tecnologia. E não é por acaso: o BNDS estima que até 2025 aplicativos e soluções de IoT irão movimentar US$ 132 bilhões na economia brasileira. O conceito, que surgiu em 1999, serve para designar objetos inteligentes que se comunicam, entre si e com o usuário, por meio de sensores e softwares que transmitem dados para uma rede na nuvem. O resultado é muito mais eficiência, autonomia e praticidade.

Entre as aplicações da tecnologia que mais ganham espaço estão os wearables, ou tecnologias vestíveis. São dispositivos móveis como relógios, pulseiras e óculos que, entre outras funcionalidades, podem monitorar dados de saúde, replicar notificações do smartphone e até mesmo realizar pagamentos. Outra novidade, as smart houses, ou casas inteligentes, contam com sistemas que identificam a rotina do morador para configurar automaticamente climatização, iluminação e segurança.

Mas o potencial da IoT não para por aí. Já populares pelos usos tradicionais, os dispositivos conectados devem passar também a habilitar vendas e prometem revolucionar o varejo. Um smart shoe da Under Armour, por exemplo, já monitora passos, velocidade e trajeto com um discreto chip instalado no tecido do tênis. Mas e se ele também pudesse identificar o desgaste do sapato e solicitar ao smartphone modelos similares na plataforma de ecommerce, que poderiam ser comprados com um único clique ou por comando de voz?

Na era da experiência, lojistas precisam se adequar para atender à demanda dos consumidores por jornadas de compra que se encaixem melhor em suas rotinas. Dados recentes da Adyen indicam que 75% das pessoas comprariam com maior frequência se pudessem evitar filas, e 60% de todas as transações processadas pela empresa já são feitas por dispositivos móveis.

Mas as possibilidades da IoT para o varejo não são restritas ao e-commerce. Pelo novo  conceito de Unified Commerce, entende-se que as jornadas de compra online e offline devem ser totalmente integradas. Como acontece no sistema da empresa de tecnologia Atos, em que um motorista pode abastecer o seu smart car em um posto de gasolina sem precisar passar pela experiência de pagamento. Um sensor na bomba já reconhece a placa do carro e identifica o condutor por seus dados de pagamento cadastrados e o cobra automaticamente.

As tecnologias de IoT representam mais chances de conquistar o consumidor. Se antes ele estava disponível apenas ao vir à loja e ao navegar na internet pelo smartphone ou computador, agora o cliente pode ter acesso a lojistas ao ligar o carro, abrir a porta da geladeira e ao checar as horas no relógio. Essas tecnologias já existem e em breve contarão com opções de pagamento integradas. Para o varejo, é o momento de integrar os canais de venda e se preparar para abraçar as novidades tecnológicas e todas as possibilidades que vêm com elas.

Continue lendo
Propaganda

Tecnologias

Anatel anuncia medidas para banda larga mais acessível

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou nesta sexta-feira (17) uma série de intervenções no mercado de atacado de telecomunicações – formado por grandes redes de tráfego, por onde passam informações e dados dos serviços (como a voz em uma ligação ou uma mensagem de e-mail).

As medidas, previstas no Plano Geral de Metas de Competição (PGMC), visam favorecer a competição na oferta de serviços em 3.909 municípios com pouca ou nenhuma competição no setor.

Conforme estabelecido, as grandes empresas – como Oi e Telefônica, na telefonia fixa; e Vivo, Claro, TIM e Oi na telefonia celular – terão que disponibilizar para os pequenos provedores de serviços de telecomunicação acessos a dutos de cabeamento, roaming nacional, troca de dados em alta capacidade e interconexão telefônica.

O diretor-presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais, assinala que a iniciativa visa tornar o mercado mais eficiente, e podem resultar em redução no preço dos serviços para o consumidor final, em especial na banda larga.

Farinha de trigo e pão

“Começa um ciclo agora de maior dinâmica para o mercado de atacado”, disse Leonardo Euller que comparou a regulação da agência com a regulação do preço da farinha de trigo para favorecer o segmento de panificação.

“Eu posso regular o preço do pão ou escolher regular o preço da farinha e a partir disso estimular a competição no mercado do pão. O principal benefício é a melhoria da qualidade e a potencial redução dos preços dos serviços de telecomunicações, em especial a banda larga”, acrescentou.

A intervenção no mercado de dutos foi apontada pela agência como uma das principais medidas para favorecer os pequenos provedores, que já são responsáveis pela maioria dos acessos à internet no país. A redução do preço no mercado de dutos é de “centenas de vezes o valor mensal devido por quilômetro compartilhado. Em versões anteriores das ofertas, já foram registrados preços superiores a R$ 50 mil por quilômetro de duto compartilhado”, descreveu nota da Anatel. A agência apontou que os preços ficarão na faixa de R$ 120 a R$ 750 o km.

Já no mercado de dutos, a Anatel aponta que os provedores regionais de banda larga vão contar com melhores condições de transporte de tráfego em 2.493 municípios. Os preços terão uma variação de R$ 1,40 a R$ 24 o megabit por segundo (Mbps). As ofertas irão viabilizar as conexões nos seis grandes pontos de tráfego indicados pela agência: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Fortaleza, Curitiba e Brasília.

De acordo com o superintendente de competição da Anatel, Abraão Balbino, os pequenos provedores terão maiores condições de expandir o serviço, especialmente em municípios de pequeno e médio porte.

“Este é um pleito de contestação dos provedores e principal falha de mercado no transporte de internet no Brasil. Ninguém entregava condições para os pequenos provedores, agora você tem um preço controlado para chegar aonde está o conteúdo em uma condição vantajosa. Isso vai ampliar a qualidade e reduzir os preços da banda larga em todos esses pontos”, disse Balbino.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL

Continue lendo

Rio G do Norte

Nova Versão do aplicativo que permite o cidadão a votar nos projetos da Assembleia entra no ar nesta quarta-feira

Publicados

em

De

O Rio Grande do Norte é pioneiro em possuir um instrumento tecnológico moderno de acompanhamento de mandato parlamentar que aproxima o eleitor da atividade dos deputados estaduais.

O aplicativo de internet DECIDA MEU VOTO permite à sociedade influir no voto que o parlamentar Kelps Lima dá nos projetos de lei em tramitação na Assembleia Legislativa do Estado.

O aplicativo é fácil de manejar, não pesa na memória dos aparelhos, e foi construído para ser utilizado de forma ágil no celular das pessoas.

Criado em 2017, com tecnologia e conceito 100% gerados no Rio Grande do Norte, o “Decida Meu Voto” acaba de passar por atualizações e está sendo relançado neste mês de maio 2019.

O idealizador do aplicativo, Kelps Lima, mestre em políticas públicas pela UFRN, explica que as atualizações vão permitir mais avanços no uso do Decida Meu Voto.

Um desses avanços é a divulgação de todos os projetos relevantes que estejam em tramitação na Assembleia Legislativa e que serão votados pelos deputados estaduais do Rio Grande do Norte.

“Passamos os últimos dois anos avaliando o desempenho do aplicativo. Foi o primeiro no Brasil e o único no Rio Grande do Norte no seu gênero. Com o know how desse período, ampliamos a utilização do programa. Agora temos uma parte de nossa equipe gerenciando o aplicativo diariamente. O que vai nos permitir incluir todos os projetos relevantes que estiverem tramitando na Assembleia. Aqueles que impactam o cidadão”, explica Kelps.

O aplicativo com as novas atualizações já está no ar. Quem tem celular Iphone, pode baixar no seguinte link:

Iphone – https://itunes.apple.com/br/app/kelps-decida-meu-voto/id1457024940?mt=8

Para quem tem telefone Android, o link para baixar o Decida Meu Voto é o seguinte:

https://play.google.com/store/apps/details?id=io.cordova.kelps&hl=pt_BR

Continue lendo

Tecnologias

Facebook anuncia novo visual totalmente remodelado para 2019

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

Os usuários do Facebook em smartphones perceberão uma grande mudança em sua aparência. O redesenho, apelidado de “FB5” pelo CEO Mark Zuckerberg, chegará no iOS e no Android primeiro. Os usuários da versão web notarão as transformações já nos próximos dias, primeiramente nos EUA e Canadá, logo depois para o resto do mundo.

Quase todas as cores foram substituídas por espaços em branco. Esses “respiros” nos dão uma sensação que há menos desordem de modo geral. O layout de três colunas ainda está lá, com o conteúdo agora muito maior e mais legível.

O novo visual do Facebook busca impulsionar as interações “privadas” com as pessoas, destacando o crescente uso dos Grupos e do Messenger. “Além da praça digital da cidade, também precisamos de um equivalente digital da sala de estar”, disse Zuckerberg.

Ver imagem no Twitter

Ver imagem no Twitter

Fonte: Mixturando

Continue lendo