Conecte-se conosco
[nome do seu blog]

Tecnologias

Home office melhora desempenho no trabalho

Pesquisas mostram que trabalhadores remotos rendem mais e se sentem mais valorizados, mas são menos fiéis às empresas.

Foto: Crédito Divulgação

Publicados

em

O home office, também conhecido como trabalho remoto, está cada vez mais popular. Nos Estados Unidos, cerca de 10% dos trabalhadores têm pelo menos um dia de home office por semana. Uma pesquisa divulgada pela Universidade de Standford mostrou que esses colaboradores têm desempenho 13% melhor do que seus pares que atuam dentro do escritório.

“Com a tecnologia, as profissões e a forma de trabalho mudaram. Não é mais sinal de produtividade e de resultado estar alocado em um espaço físico na empresa. Muitas atividades podem ser realizadas remotamente”, explica Ana Paula Escorsin, professora de Recursos Humanos do Centro Universitário Internacional Uninter.

O bom desempenho dos trabalhadores remotos, segundo a professora, pode ser explicado por diversos fatores. Um deles é a economia de tempo com o translado, que reduz o stress diário. Estar na própria casa também contribui para a produtividade, pois o ambiente é conhecido e agradável. Também é possível dividir melhor o tempo entre tarefas profissionais e pessoais.

Por outro lado, uma pesquisa conduzida pela Virgin Pulse mostra que funcionários em home office são menos engajados às empresas e têm maior probabilidade de pedir demissão. “A direção da empresa precisa definir estratégias claras para os trabalhadores remotos. Eles se beneficiarão do home office se suas condições de trabalho e possibilidades profissionais forem transparentes. Caso contrário, podem se sentir inseguros, ter medo de redução salarial e de perder o emprego”, defende Ana Paula.

Futuro do home office

A professora acredita que o home office é uma prática trabalhista que vai perdurar, pois é mais adequado para algumas profissões – mesmo que impraticável para outras. “Quando bem organizado pela empresa o home office só vem a favorecer o empregador, o empregado, o cliente e a qualidade do serviço”, diz.

Mesmo quem não adota o trabalho remoto pode tomar lições dessa mudança na cultura trabalhista. Algumas opções são melhorar o ambiente de trabalho, conduzir uma pesquisa organizacional para identificar pontos de incômodo entre os funcionários e até mesmo implantar horários móveis ou flexíveis. Nessa última modalidade, algumas empresas já são adeptas da sexta-feira flex, em que o funcionário pode trabalhar de casa durante todo o dia ou meio período.

Via Assessoria de imprensa da Uninter

Continue lendo
Propaganda

Tecnologias

Anatel anuncia medidas para banda larga mais acessível

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou nesta sexta-feira (17) uma série de intervenções no mercado de atacado de telecomunicações – formado por grandes redes de tráfego, por onde passam informações e dados dos serviços (como a voz em uma ligação ou uma mensagem de e-mail).

As medidas, previstas no Plano Geral de Metas de Competição (PGMC), visam favorecer a competição na oferta de serviços em 3.909 municípios com pouca ou nenhuma competição no setor.

Conforme estabelecido, as grandes empresas – como Oi e Telefônica, na telefonia fixa; e Vivo, Claro, TIM e Oi na telefonia celular – terão que disponibilizar para os pequenos provedores de serviços de telecomunicação acessos a dutos de cabeamento, roaming nacional, troca de dados em alta capacidade e interconexão telefônica.

O diretor-presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais, assinala que a iniciativa visa tornar o mercado mais eficiente, e podem resultar em redução no preço dos serviços para o consumidor final, em especial na banda larga.

Farinha de trigo e pão

“Começa um ciclo agora de maior dinâmica para o mercado de atacado”, disse Leonardo Euller que comparou a regulação da agência com a regulação do preço da farinha de trigo para favorecer o segmento de panificação.

“Eu posso regular o preço do pão ou escolher regular o preço da farinha e a partir disso estimular a competição no mercado do pão. O principal benefício é a melhoria da qualidade e a potencial redução dos preços dos serviços de telecomunicações, em especial a banda larga”, acrescentou.

A intervenção no mercado de dutos foi apontada pela agência como uma das principais medidas para favorecer os pequenos provedores, que já são responsáveis pela maioria dos acessos à internet no país. A redução do preço no mercado de dutos é de “centenas de vezes o valor mensal devido por quilômetro compartilhado. Em versões anteriores das ofertas, já foram registrados preços superiores a R$ 50 mil por quilômetro de duto compartilhado”, descreveu nota da Anatel. A agência apontou que os preços ficarão na faixa de R$ 120 a R$ 750 o km.

Já no mercado de dutos, a Anatel aponta que os provedores regionais de banda larga vão contar com melhores condições de transporte de tráfego em 2.493 municípios. Os preços terão uma variação de R$ 1,40 a R$ 24 o megabit por segundo (Mbps). As ofertas irão viabilizar as conexões nos seis grandes pontos de tráfego indicados pela agência: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Fortaleza, Curitiba e Brasília.

De acordo com o superintendente de competição da Anatel, Abraão Balbino, os pequenos provedores terão maiores condições de expandir o serviço, especialmente em municípios de pequeno e médio porte.

“Este é um pleito de contestação dos provedores e principal falha de mercado no transporte de internet no Brasil. Ninguém entregava condições para os pequenos provedores, agora você tem um preço controlado para chegar aonde está o conteúdo em uma condição vantajosa. Isso vai ampliar a qualidade e reduzir os preços da banda larga em todos esses pontos”, disse Balbino.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL

Continue lendo

Rio G do Norte

Nova Versão do aplicativo que permite o cidadão a votar nos projetos da Assembleia entra no ar nesta quarta-feira

Publicados

em

De

O Rio Grande do Norte é pioneiro em possuir um instrumento tecnológico moderno de acompanhamento de mandato parlamentar que aproxima o eleitor da atividade dos deputados estaduais.

O aplicativo de internet DECIDA MEU VOTO permite à sociedade influir no voto que o parlamentar Kelps Lima dá nos projetos de lei em tramitação na Assembleia Legislativa do Estado.

O aplicativo é fácil de manejar, não pesa na memória dos aparelhos, e foi construído para ser utilizado de forma ágil no celular das pessoas.

Criado em 2017, com tecnologia e conceito 100% gerados no Rio Grande do Norte, o “Decida Meu Voto” acaba de passar por atualizações e está sendo relançado neste mês de maio 2019.

O idealizador do aplicativo, Kelps Lima, mestre em políticas públicas pela UFRN, explica que as atualizações vão permitir mais avanços no uso do Decida Meu Voto.

Um desses avanços é a divulgação de todos os projetos relevantes que estejam em tramitação na Assembleia Legislativa e que serão votados pelos deputados estaduais do Rio Grande do Norte.

“Passamos os últimos dois anos avaliando o desempenho do aplicativo. Foi o primeiro no Brasil e o único no Rio Grande do Norte no seu gênero. Com o know how desse período, ampliamos a utilização do programa. Agora temos uma parte de nossa equipe gerenciando o aplicativo diariamente. O que vai nos permitir incluir todos os projetos relevantes que estiverem tramitando na Assembleia. Aqueles que impactam o cidadão”, explica Kelps.

O aplicativo com as novas atualizações já está no ar. Quem tem celular Iphone, pode baixar no seguinte link:

Iphone – https://itunes.apple.com/br/app/kelps-decida-meu-voto/id1457024940?mt=8

Para quem tem telefone Android, o link para baixar o Decida Meu Voto é o seguinte:

https://play.google.com/store/apps/details?id=io.cordova.kelps&hl=pt_BR

Continue lendo

Tecnologias

Facebook anuncia novo visual totalmente remodelado para 2019

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

Os usuários do Facebook em smartphones perceberão uma grande mudança em sua aparência. O redesenho, apelidado de “FB5” pelo CEO Mark Zuckerberg, chegará no iOS e no Android primeiro. Os usuários da versão web notarão as transformações já nos próximos dias, primeiramente nos EUA e Canadá, logo depois para o resto do mundo.

Quase todas as cores foram substituídas por espaços em branco. Esses “respiros” nos dão uma sensação que há menos desordem de modo geral. O layout de três colunas ainda está lá, com o conteúdo agora muito maior e mais legível.

O novo visual do Facebook busca impulsionar as interações “privadas” com as pessoas, destacando o crescente uso dos Grupos e do Messenger. “Além da praça digital da cidade, também precisamos de um equivalente digital da sala de estar”, disse Zuckerberg.

Ver imagem no Twitter

Ver imagem no Twitter

Fonte: Mixturando

Continue lendo