Conecte-se conosco

Rio G do Norte

Governo do RN e Comissão do Senado debatem crime ambiental no litoral potiguar

Foto: Ivanízio Ramos

Publicados

em

O crime ambiental que atinge o litoral do Nordeste brasileiro há mais de dois meses foi avaliado e debatido durante este sábado (9) entre o Governo do Estado, senadores, órgãos ambientais e entes envolvidos no enfrentamento ao derramamento de óleo no Rio Grande do Norte. O trabalho foi coordenado pelo vice-governador Antenor Roberto e pelo senador Fabiano Contarato, do Espírito Santo, que preside a Comissão Temporária Externa para acompanhar as Ações de Enfrentamento às Manchas de Óleo no Litoral Brasileiro (CTEOLEO).

O trabalho contou com dois momentos, uma visita a locais atingidos pelo petróleo seguida de uma reunião técnica realizada na Governadoria. Inicialmente, a comissão, que também contou com a presença dos senadores Jean-Paul Prates, que é relator da comissão externa, e Zenaide Maia, além do deputado federal Rafael Motta, coordenador da bancada federal potiguar, visitou a praia de Tabatinga, em Nísia Floresta, um dos pontos mais atingidos no estado.

À beira-mar, acompanhando o trabalho de membros da Marinha do Brasil e da prefeitura local, a equipe técnica do Governo fez um relato para a comissão sobre as ações tomadas desde os primeiros dias, como a formação do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) requisitado pela governadora Fátima Bezerra, a montagem do Plano de Mitigação e Resposta de Desastre e o treinamento de mais de 400 voluntários, sob a coordenação da Defesa Civil Estadual e do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema).

“O acompanhamento diário que é feito aponta que não há chegada de novos materiais ao litoral. Desde o início procuramos enfrentar, com articulação e trabalho, todo o problema, até a montagem de um plano de mitigação e protocolos de segurança que se mostram muito eficientes. Vamos fazer todo o esforço possível também para trazer o menor prejuízo para a nossa economia”, destacou o vice-governador Antenor Roberto.

As ações coordenadas pelo Governo, em parceria com entes municipais e federais, foram elogiadas pelo presidente da comissão externa, que é composta por mais sete senadores. “Neste primeiro momento o trabalho de mitigar os efeitos é essencial. O plano montado no Rio Grande do Norte, como não vimos em outros estados, mostra o empenho. Agora nosso papel é apurar de forma eficiente a omissão da União, que é um fato. Queremos respostas”, cobrou o senador capixaba.

Indicado para a relatoria da comissão, o senador Jean-Paul Prates afirmou que os primeiros resultados do trabalho devem ser apresentados em breve. “Faremos um relatório preliminar em dezembro e voltaremos para completar no ano seguinte, para não deixar o assunto sumir do debate. Até agora não há documentos ou informações concretas do Governo Federal e precisamos cobrar”, disse o parlamentar. “Precisamos também pensar na questão da saúde da população e requisitar as ações do Governo Federal. Vimos que o Governo do Estado montou um trabalho, com protocolos e ações, que os municípios estão agindo, mas até agora pouco foi feito pela União”, ressaltou Zenaide Maia.

O coordenador estadual da Defesa Civil, tenente-coronel bombeiro Marcos de Carvalho, pontuou que o material recolhido das praias, que ultrapassa as 20 toneladas, está sendo acondicionado em local seguro até ter sua destinação encaminhada. “Hoje temos só uma empresa no estado que é credenciada para isso, mas está sendo articulada uma ampliação, incluindo nisso indústrias do setor cimenteiro”, reforçou o coordenador.

Já durante a reunião no Centro Administrativo, com a presença de diversos órgãos como o Ministério Público e o Ibama, organizações não governamentais e os prefeitos Modesto Rodrigues (Tibau do Sul) e Stela Sena (Georgino Avelino) representando os municípios atingidos, o grupo discutiu os efeitos socioeconômicos do desastre.

O diretor técnico do Idema, Werner Farkatt, destacou que já existe um trabalho conjunto entre Governo, Universidade Federal do RN (UFRN) e Instituto Federal do RN (IFRN) para realizar estudos e testes. “A valoração do impacto socioambiental já está sendo feita em parceria com a UFRN. E junto ao IFRN estamos encaminhando uma parceria para análise de água. O Idema está publicando todas as informações diariamente”, explicou o gestor.

A ação é essencial para nortear o trabalho de garantia do acesso às praias e o trabalho das 17 colônias de pescadores, com 12 mil pessoas envolvidas, que funcionam na região atingida. “Estamos trabalhando para garantir um verão seguro, para receber os turistas, também que os pescadores tenham seu sustento e o povo possa consumir o pescado”, completou Antenor Roberto.

Os relatórios do GGI apontam que foram atingidos 43 pontos no RN, em 30 praias de dez municípios potiguares.

Francisco das Chagas Fernandes de Souza, 35 anos, servidor público (Gari), conhecido como Chaguinha Net. Em 2011 criou o Blog do Chaguinha Net e em 2018 foi além e criou o Portal Potengi News, possibilitando para a Região do Potengi um espaço virtual de qualidade e credibilidade. Aqui você pode conferir as principais notícias da Região Potengi, Rio Grande do Norte, Brasil e do Mundo.

Rio G do Norte

Covid-19: Central de Controle contabiliza R$ 2,5 milhões em doações

Publicados

em

Foto: Sandro Menezes

A Central de Controle de Doações do Governo do RN, em apoio às ações de combate à Covid-19, chegou a um total de R$ 2,5 milhões em doações, recebidas desde 26 de março. Na semana de 20 a 26 de maio, os servidores estaduais se mobilizaram e várias categorias fizeram doações que somam o montante de R$ 50 mil. Os números foram apresentados na coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (27), na Escola de Governo.
 
De acordo com o Controlador Geral do Estado (Control), Pedro Lopes, os servidores da Potigás doaram 450 cestas básicas, assessores jurídicos doaram mais 150 cestas básicas, servidores do Ipern doaram 30 cestas e os servidores da Control fizeram doação para pagar serviços elétricos nas instalações de UTI’s no Hospital da Polícia Militar, em Natal.
 
RN+PROTEGIDO
 
Através do programa RN+Protegido o Governo do Estado distribui, esta semana, 700 mil máscaras, totalizando 2,2 milhões entregues, atendendo 1 milhão de pessoas em todo o Estado. Das 700 mil máscaras doadas esta semana, 305 mil estão sendo entregues a prefeituras, 45 mil à Federação das Câmara de Dirigentes Lojistas (FCDL) e à Associação dos Supermercados do RN (Assurn); as igrejas receberão 45 mil máscaras e 33 entidades receberão mais 41 mil máscaras.
 
As categorias de motoristas de táxi e de aplicativos receberão 25 mil máscaras. Agricultores familiares 30 mil e beneficiários do Programa do Leite, Transporte Cidadão, atendidos no Sine e nas barreiras sanitárias, receberão 70 mil.
 
Outro iniciativa apresentada pelo representante da Control, trata da parceria firmada entre o Governo do RN e a Caixa Econômica Federal para fornecer 50 mil máscaras esta semana, a serem entregues nas filas. Vinte mil já foram entregues.
 
RN+UNIDO
 
O programa RN+Unido inicia amanhã a distribuição de 860 cestas básicas, 456 kits de higiene e 7.800 máscaras de pano a 3 mil pessoas e 14 entidades, sendo 9 em Natal, uma em Mossoró, Ipanguassu, Assu, Barra de Maxaranguape e Maracajaú.
 
O RN+Unido também fez a entrega de álcool em gel a Hospitais da rede pública como o Hospital da Polícia Militar, Hospital Rui Pereira e Giselda Trigueiro – uma média de 500 litros para cada um e mais 800 litros a 39 municípios. Pedro Lopes informou que todos os dados da prestação de contas estão disponíveis no site www.transparencia.rn.gov.br.
 
As pessoas e instituições que quiserem atuar como voluntários devem enviar e-mail para [email protected].
 
ATUALIZAÇÃO
 
Os dados epidemiológicos da Secretaria de Saúde Pública do RN (Sesap) desta quarta-feira registram 14.035 suspeitos, 5.630 casos confirmados, descartados 11.207, óbitos 242. A Subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap, Alessandra Lucchesi, explicou que os números são levantados pela secretaria junto às unidades de saúde do Estado e incluem as informações prestadas pelos serviços de saúde dos municípios. 
 
TESTAGEM
 
O Rio Grande do Norte testa pessoas além dos casos internados. Segundo Alessandra Lucchesi, o teste RT-PCR, considerado padrão ouro e que faz o isolamento do vírus, é aplicado a pessoas acima de 60 anos, portadores de comorbidades do grupo de risco e profissionais de saúde e segurança,  pessoas residentes no mesmo domicílio de profissionais de saúde, população de rua, cuidadores em instituições de longa internação de idosos e pessoas com comorbidades, até o sétimo dia do início dos sintomas. Após sete dias a indicação é fazer o teste rápido.
 
Até esta quarta-feira (27), o Governo distribuiu 53.520 testes rápidos aos municípios e hospitais de referência. Os municípios têm em estoque 44.200 testes.
 
ÓBITOS E CONTAMINAÇÕES
 
Os dados epidemiológicos revelam que a maioria dos óbitos em consequência da Covid-19 no RN é de pessoas acima de 60 anos e portadora de comorbidades como hipertensão sistêmica, diabetes e obesidade. A maioria dos casos de contaminação confirmados é de jovens. “Neste momento, proteger a população jovem significa também proteger a população idosa”, ressaltou Alessandra Lucchesi.
 
REGULAÇÃO
 
O secretário de Saúde do Estado, Cipriano Maia, confirmou que há fila de espera da regulação, mas acredita que nos próximos dias, com a expansão de leitos, haja um alívio. Ele, entretanto, considerou que se o nível de contágio continuar aumentando, o que pressupõe mais casos graves e críticos, a situação não será equacionada.
 
O RN continua em ritmo de superlotação dos leitos Covid-19, tendo 100% da ocupação na Região Metropolitana de Natal e Mossoró, 50% em Pau dos Ferros e 82% no Seridó.
 
“Estamos trabalhando em colaboração com vários municípios para que a atenção básica cumpra seu papel e, através do Programa Saúde da Família, faça a orientação das pessoas. Aqueles que têm equipes médicas em condições de operar o respirador, o Governo faz a cessão de uso do equipamento. Isso já foi feito para Natal, Mossoró, Santa Cruz e Guamaré”, informou Cipriano.
 
O secretário acrescenta, ainda, que o Estado também está disponibilizando um respirador de transporte para cada um dos hospitais regionais, o que garante o deslocamento seguro do paciente até chegar a uma UTI.

Continue lendo

Rio G do Norte

Em nota, Bispos do RN afirmam que igrejas continuarão fechadas

Publicados

em

Foto/Crédito Divulgação

Nós, Bispos da Província Eclesiástica de Natal (Arquidiocese de Natal, Diocese de Mossoró e Diocese de Caicó), reunidos remotamente, nesta segunda-feira, dia 25 de maio de 2020, em espírito de comunhão fraterna e eclesial; atentos à realidade e a dureza dos fatos e dos números, no que se refere à pandemia do coronavírus; sensíveis aos apelos do Povo fiel católico; e movidos pelo dever de zelar e promover a vida humana, exortamos mais uma vez ao povo potiguar para que permaneça empenhado no cumprimento da recomendação de isolamento social. Deste modo, reafirmamos a determinação para que nossas igrejas (catedrais, matrizes e capelas) permaneçam fechadas, até que tenhamos condições de dispor em contrário. O penoso tempo que atravessamos e as restrições que nos impõem distanciamento físico trazem sofrimento ao nosso coração de Pastor e isto nos ajuda a compreendermos ainda melhor a dor da nossa gente. Exortamos, pois, aos nossos colaboradores padres, aos fiéis católicos e a todas as pessoas de boa vontade a permanecerem firmes na esperança. Rogamos a Nossa Senhora da Apresentação, Santa Luzia e a Senhora Sant’Ana, padroeiras destas nossas igrejas particulares, para que intercedam por nós, neste momento de maior dificuldade, junto a Jesus, nosso Senhor e Salvador.

Natal (RN), 25 de maio de 2020.

Dom Jaime Vieira Rocha
Arcebispo Metropolitano de Natal

Dom Mariano Manzana
Bispo Diocesano de Mossoró

Dom Antônio Carlos Cruz Santos
Bispo Diocesano de Caicó

Continue lendo

Rio G do Norte

Após solicitação da governadora, RN recebe 80 respiradores

Publicados

em

Foto/Elisa Elsie

O Estado do RN recebeu neste domingo (24) 40 respiradores para o RN e outros 40 para Natal, totalizando 80 aparelhos para combater a proliferação do contágio pelo novo coronavírus. A entrega é resultado da articulação da governadora Fátima Bezerra junto ao Ministério da Saúde, bem como com o ministro-chefe da Secretaria de Governo Federal, Luiz Eduardo Ramos, informando-os da situação aflitiva da saúde no Estado. “Estamos lutando diariamente para abrir novos leitos e equipar o sistema de saúde e garantir um atendimento de qualidade e ágil para toda a população potiguar”.

Os equipamentos servirão para que o Governo do RN possa dar continuidade à expansão de leitos públicos de saúde. Em conversa com o ministro na manhã desta segunda-feira (25), por telefone, a governadora ouviu dele a confirmação de que mais 40 respiradores devem chegar nesta terça-feira (26) para o Governo do RN. “Com isso poderemos expandir mais leitos para atender os pacientes com Covid no nosso Estado. Meus agradecimentos ao ministro, em nome do povo potiguar, pela sensibilidade e atenção dada diante desse momento tão aflitivo que nós vivemos em decorrência da pandemia”, afirmou Fátima Bezerra.

Continue lendo

Destaques