Conecte-se conosco

Esportes

Flamengo vence a Chapecoense e se mantém na liderança

Mesmo desfalcado, rubro-negro venceu a Chape, que está na lanterna - Foto: Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Publicados

em

Deu a lógica no duelo dos opostos, neste domingo, em Chapecó. Apesar de ter desfalques importantes – Filipe Luis, Arrascaeta e Gabriel -, o Flamengo aumentou ainda mais o desespero da Chapecoense, ao vencer por 1 a 0, na Arena Condá, pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O placar ainda poderia ter sido mais elástico se não fossem as inúmeras chances desperdiçadas pelo time carioca, que dominou a partida do início ao fim. Dúvida depois de ter sido poupado do treinamento de sábado, Bruno Henrique foi o autor do único gol da partida.

Invicto há nove jogos – 12 contando a Copa Libertadores -, o Flamengo continua na liderança isolada, com 52 pontos, seis a mais que o Palmeiras, que recebe o Atlético-MG nesta tarde. No outro extremo da tabela, a Chapecoense chegou ao oitavo jogo sem vitória e segue na lanterna, com 15 pontos.

O Flamengo precisou de apenas 55 segundos para levar perigo ao gol de Tiepo. Uma das novidades na escalação, o jovem Reinier cruzou para dentro da área e Bruno Henrique, que era dúvida, finalizou de primeira pela linha de fundo. Na sequência, os papéis se inverteram.

Bruno Henrique ganhou pelo alto e ajeitou de cabeça. A zaga da Chapecoense parou e Reinier desviou de carrinho para fora. A pressão rubro-negra parecia não ter fim. Aos 18 minutos, Bruno Henrique soltou a bomba de fora da área e viu a bola explodir na trave de Tiepo.

O gol parecia questão de tempo. Aos 30 minutos, aconteceu um lance curioso. O goleiro Tiepo soltou a bola para sair jogando, mas não viu que Bruno Henrique estava atrás. O atacante rubro-negro desarmou e só não marcou porque o goleiro conseguiu se recuperar e fazer o desvio.

Aos 35, não teve jeito. Vitinho cruzou, a defesa parou pedindo impedimento e Bruno Henrique apareceu livre para se abaixar e desviar de cabeça. Após consulta do VAR, o gol foi validado pela arbitragem para reclamação geral dos jogadores catarinenses.

Quase que o zagueiro Rodrigo Caio ampliou de cabeça antes do intervalo. A bola saiu raspando a trave de Tiepo.

O panorama não mudou depois do intervalo e o Flamengo massacrou a Chapecoense. No entanto, aos oito minutos, quase aconteceu o empate. Régis escapou em velocidade nas costas da defesa e finalizou com muito perigo por cima do travessão.

Diante da necessidade da vitória, a Chapecoense passou a sair mais e dar espaços para o Flamengo. Aos 15, Bruno Henrique recebeu de Vitinho e bateu em cima de Tiepo. Na sequência, Everton Ribeiro aproveitou rebote e bateu colocado exigindo grande defesa do goleiro.

Aos 28 minutos, Everton Ribeiro arriscou de longe e mandou na rede pelo lado de fora. Cinco minutos depois, Rafinha cruzou e Pablo Marí cabeceou na trave. O Flamengo passou a administrar a posse da bola e viu a Chapecoense ameaçar já nos minutos finais. Everaldo cabeceou e Diego Alves defendeu em dois tempos.

A Chapecoense volta a campo na quarta-feira, contra o Fortaleza, às 20h30, na Arena Castelão, no Ceará. Na quinta-feira, o Flamengo recebe o Atlético-MG, às 20 horas, no Maracanã. Os jogos serão válidos pela 24.ª rodada.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 0 X 1 FLAMENGO

CHAPECOENSE – Tiepo; Bryan, Douglas, Rafael Pereira e Roberto; Márcio Araújo, Elicarlos e Gustavo Campanharo (Vini Locatelli); Renato Kayzer (Camilo), Everaldo e Régis (Arthur Gomes). Técnico: Marquinhos Santos.

FLAMENGO – Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Renê; Willian Arão, Gerson e Everton Ribeiro; Vitinho (Piris da Motta), Bruno Henrique e Reinier (Berrío depois Lucas Silva). Técnico: Jorge Jesus.

GOLS – Bruno Henrique, aos 35 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Vinícius Gonçalves Dias Araujo (SP).

CARTÃO AMARELO – Elicarlos (Chapecoense).

RENDA – R$ 921.310,00.

PÚBLICO 12.152 pagantes.

LOCAL Arena Condá, em Chapecó.

Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO

Continue lendo
Propaganda

Esportes

Fla e Verdão vencem e distância na liderança permanece em oito pontos

O Flamengo suou para derrotar, de virada, o Fortaleza, enquanto o Palmeiras venceu, nos acréscimos a Chapecoense.

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

A vigésima sexta rodada do Brasileirão começou movimentada. No Castelão, o líder Flamengo venceu, de virada, o Fortaleza, por dois a um. Bruno Melo, após revisão no árbitro de vídeo, abriu o placar, de pênalti, para o Fortaleza. E como manda o roteiro, teve gol do Gabigol. Também após consulta ao VAR, o artilheiro rubro negro empatou de pênalti. Aos 43 do segundo tempo, em cima do laço, Renier, de cabeça, e garantiu os três pontos para o Mengão.

No outro duelo envolvendo a liderança, o Palmeiras venceu a Chapecoense por um a zero. No último lance, após nove minutos de acréscimo, Felipe Melo garantiu a vitória do Verdão. Após a derrota, a Chape permanece na lanterna da competição. Com as vitórias de Flamengo e Palmeiras, a vantagem do time carioca continua de oito pontos para o vice-líder.

No Mineirão, o Cruzeiro venceu, mas segue na agonia da zona de rebaixamento. Os mineiros derrotaram o São Paulo por um a zero, gol e Thiago Neves. Em São Januário, no clássico carioca da rodada, o Vasco venceu o Botafogo por dois a um. Bruno Gomes e Ribamar marcaram para o cruzmaltino, enquanto Marcelo Benevenuto descontou para o Fogão.

No Serra Dourada, mais emoção. O Corinthians abriu o placar, sofreu a virada, mas buscou o empate. Janderson e Gustagol marcaram para o Timão, enquanto Michael, sempre ele, e Leandro Barcia anotaram os tentos do Goiás. Final de jogo, dois a dois.

Na Arena do Grêmio, o Bahia segurou os donos da casa e venceram os gaúchos por um a zero. Arthur Caíke marcou o gol da vitória do tricolor baiano.  No Rei Pelé, em Maceió, CSA e Atlético Mineiro empataram por dois a dois. Alecsandro e Jonatan Gomez marcaram para o time de Alagoas, e Réver e Luan fizeram pelo Galo.

Nesta quinta (17), três jogos fecham a rodada. Às sete e quinze, o Santos encara o Ceará, na Vila Belmiro. Também às sete e quinze, o Avaí recebe o Inter, na Ressacada. Às nove da noite, o Fluminense recebe o Athlético Paranaense, no Maracanã.

Repórter Paulo Henrique | Agência do Rádio Mais

Continue lendo

Esportes

Vagner Mancini é o novo treinador do Atlético-MG e assina por 3 meses

Contrato é de três meses e técnico viaja para Maceió, onde Galo enfrenta o CSA, neste meio de semana, pela 26ª rodada do Brasileirão.

Publicados

em

De

Crédito: Richard Souza

Vagner Mancini é o novo treinador do Atlético-MG. O anúncio foi na manhã desta segunda-feira. Ele substitui Rodrigo Santana, demitido na noite de domingo após a goleada sofrida pelo Galo em pleno Independência: 4 a 1 para o Grêmio. As informações são do Globo Esporte.

De acordo com a assessoria de imprensa do Atlético-MG, o treinador assinará contrato de três meses e vai se encontrar com a delegação em Maceió, onde o time enfrenta o CSA, na quarta-feira.

O auxiliar técnico, Anderson Silva, também irá integrar a equipe de Mancini. O novo técnico do Galo concederá entrevista coletiva na quarta-feira, após o treino do Atlético-MG em Maceió. Ele trabalhou com o atual diretor de futebol atleticano, Rui Costa, na Chapecoense, entre 2016 e 2017.

Continue lendo

Esportes

Segue o líder! Flamengo bate o Athletico na Arena e quebra jejum

O time dirigido por Jorge Jesus segue na liderança folgada do Campeonato Brasileiro com 58 pontos ganhos.

Publicados

em

De

Crédito: Alexandre Vidal/ Flamengo

Não existe tabu que segure o Flamengo de Jorge Jesus. Em partida disputada na tarde deste domingo, na Arena da Baixada, o Rubro-negro carioca derrotou o Athletico Paranaense por 2 a 0, com gols marcados por Bruno Henrique, um em cada tempo. Com o resultado, o Flamengo quebrou um jejum de oito anos sem vitórias no campo do Furacão. As informações são do Gazeta Esportiva.

O time dirigido por Jorge Jesus segue na liderança folgada do Campeonato Brasileiro com 58 pontos ganhos, mantendo a vantagem de oito pontos sobre o Palmeiras e chegando ao 12º jogo sem derrota na competição. O Athletico segue com 35 pontos na décima colocação.

O resultado fez justiça ao futebol mais objetivo do Flamengo que, mesmo com muitos desfalques, soube segurar a pressão do time da casa e mostrou objetividade para marcar os gols que garantiram mais uma vitória. O Furacão desperdiçou muitas oportunidades para marcar e ainda teve a infelicidade de encontrar o goleiro Diego Alves em tarde muito inspirada.

Na próxima rodada, o Flamengo vai encarar o Fortaleza, no Castelão. O Athletico-PR vai enfrentar o Fluminense, no Maracanã.

Fonte: Gazeta Esportiva

Continue lendo