Conecte-se conosco

Notícias

CORONAVÍRUS: Ministério da Saúde lança aplicativo para tirar dúvidas sobre a doença

O Ministério da Saúde lançou, nesta quinta-feira (26), um novo serviço que vai ajudar a população a tirar dúvidas sobre o Coronavírus (COVID-19).

Publicados

em

Tela inicial de conversa com o perfil do "Ministério da Saúde Responde" dentro do aplicativo WhatsApp — Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde lançou, nesta quinta-feira (26), um novo serviço que vai ajudar a população a tirar dúvidas sobre o Coronavírus (COVID-19). O serviço, chamado Ministério da Saúde Responde, é uma parceria entre a empresa Facebook, por meio do Whatsapp, e o Ministério da Saúde, e não gerou nenhum tipo de custo para o Governo do Brasil. O aplicativo pode ser acessado pelo  computador ou celular, como explica o secretário Executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo.

“As pessoas poderão se comunicar com um robô que vai nos fornecer uma série de informações sobre a própria doença, como é que faz a prevenção, as formas de contaminação, tratamento, protocolos de atendimento e, também, sobre fake news. Se for no celular, elas devem cadastrar no celular esse número de telefone: (61) 9938-0031. Ao cadastrar esse número, automaticamente vai baixar o aplicativo. Se for utilizar o computador, não precisa fazer o cadastro desse número, entra direto naquela página da Saúde Responde e baixar direto para o computador”.

É importante reforçar que para utilizar o serviço “Ministério da Saúde Responde!”, é necessário incluir o número (61) 9938-0031 entre os contatos do Whatsapp. A conta funciona trazendo orientações a partir de temas específicos. Lembrando que é um serviço que utiliza um robô, desta forma, não é possível tirar dúvidas diretamente com um atendente.

Francisco das Chagas Fernandes de Souza, 35 anos, servidor público (Gari), conhecido como Chaguinha Net. Em 2011 criou o Blog do Chaguinha Net e em 2018 foi além e criou o Portal Potengi News, possibilitando para a Região do Potengi um espaço virtual de qualidade e credibilidade. Aqui você pode conferir as principais notícias da Região Potengi, Rio Grande do Norte, Brasil e do Mundo.

Continue lendo
Propaganda

Notícias

Governo alerta para sanções em caso de descumprimento de decreto e Ministério Público pede providências

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

O Governo do Estado comunica à população do Rio Grande do Norte que é imperativo o cumprimento do decreto estadual n. 29.541/2020 que define medidas restritivas temporárias, de importância internacional, para o enfrentamento ao Covid-19. Neste momento há carreatas nas ruas da capital que incitam de forma irresponsável o retorno das pessoas às ruas e a abertura do comércio em geral. Nas redes sociais há grupos mobilizando-se para movimentações similares a partir da segunda-feira (30).

Diante do perigo iminente à saúde das pessoas, temos a destacar que o Governo do Estado do Rio Grande do Norte fará cumprir, em parceria com as forças municipais e demais órgãos, as determinações em vigor. Neste contexto, alertamos que a participação em carreatas e similares em desobediência às normas de enfrentamento da COVID-19 constitui ofensa ao disposto no art. 268 do Código Penal, que sanciona com multa e detenção aqueles que infringirem determinação do poder público destinada a impedir a introdução ou a propagação de doença contagiosa. A multa diária prevista pode ser de até R$ 50 mil.

Por fim, a Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) orientou as forças das Polícias Militar e Civil para o cumprimento das medidas impostas. A Sesed trabalha em alinhamento à portaria do Ministério Público, que instaurou procedimento preparatório para apurar as providências tomadas pelo Poder Público para o caso de descumprimento das determinações em vigor.

ACESSE:

Portaria do Ministério Público do Rio Grande do Norte.

Medidas restritivas temporárias para o enfrentamento ao Covid-19, regulamentadas por decretos estaduais.

Continue lendo

Notícias

Morte de prefeito por coronavírus é a primeira confirmada no Piauí

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

O Estado do Piauí registrou, na sexta-feira (27), a primeira morte por coronavírus. A vítima é o
prefeito de São José do Divino, Antônio Nonato Lima Gomes, conhecido como Antônio Felícia
(PT). As informações são do Estadão.

A Secretaria de Estado da Saúde confirmou neste sábado (28) que a morte do prefeito foi
causada pela Covid-19.

O laboratório público estadual realizou dois exames para conrmar a presença do vírus. “Namanhã deste sábado, 28 de março, os exames do prefeito testaram positivo para o novo
coronavírus”, informou o governo.

Antônio Felícia, de 57 anos, chegou a ser atendido no Hospital Dr. José Brito Magalhães, no município de Piracuruca, mas não resistiu. “Ele tinha histórico de diabetes e teve uma evolução rápida da doença”, completa o governo do Estado do Piauí.

Continue lendo

Notícias

IFRN produz e doa álcool em gel e sabão ecológico

Publicados

em

De

Foto/Crédito Divulgação

A higienização do corpo e de objetos é fundamental quando se trata do combate ao novo coronavírus. Infectologistas alertam: lavar as mãos com sabão é um dos métodos mais eficazes para evitar a propagação da doença. Na impossibilidade, o uso do álcool na graduação 70 INPM também é uma alternativa com eficiência comprovada. Não é à toa que a pandemia provocou uma imensa procura pelo álcool em gel, ao ponto de o produto não ser mais encontrado com facilidade nas prateleiras do comércio, em todo o país.

Diante dessa realidade, professores de química do Campus Nova Cruz do IFRN tomaram a iniciativa de produzir álcool em gel e sabão ecológico nos laboratórios da Instituição. Graças a uma parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, o primeiro lote já foi distribuído para o Batalhão de Polícia Militar do município, para o Comando de Polícia Rodoviária Estadual, além entidades sociais, sem fins lucrativos.

“Até o momento conseguimos produzir 50 frascos de 100ml de álcool em gel. Com os materiais disponíveis, o campus terá a capacidade de produzir cerca de 250 litros. No entanto, estamos trabalhando com a meta de produzir 1000 litros. Para isso, esperamos contar com a parceria da iniciativa privada. Enviamos ofícios para usinas e destilarias, solicitando doação de etanol, mas também precisamos de carbopol e de frascos para a estocagem”, afirma o professor Allan Nilson de Sousa Dantas, que também conta com a colaboração do professor Djeson Mateus Alves da Costa e do técnico de laboratório e aluno do curso de Tecnologia em Processos Químicos, Arnaldo Ivo da Silva Aquino.

O professor disse ainda que também foram fabricadas cerca de 500 barras de sabão, com 150 gramas, cada. “O sabão ecológico é feito a partir de óleo reciclado. Para continuarmos produzindo, também contamos com a doação de insumos como o óleo usado de cozinha e hidróxido de sódio. Portanto, quem quiser ajudar, basta entrar em contato com o Campus Nova Cruz pelos e-mails [email protected] ou [email protected] ”, ressalta.

Continue lendo