Conecte-se conosco

Esportes

26% dos treinadores da Série A estão no grupo de risco da Covid-19

Profissionais do futebol com mais de 60 anos podem ter que trabalhar remotamente quando competições recomeçarem.

Crédito: Luis Moura/ Estadão Conteúdo

Publicados

em

Em todo o mundo os dirigentes do futebol estudam a melhor maneira de recolocar a bola em jogo. No Brasil, embora não exista consenso, discute-se a possibilidade de retomada de jogos entre o final de maio e junho. As informações são do Maurício Noriega.

Um aspecto importante deve ser levado em consideração quando e se houver retomada: cerca de 26% dos treinadores da Série A do Campeonato Brasileiro estão na faixa do grupo de risco da Covid-19, com 60 anos ou mais. O número exato é 26,31%.

Tomei como base para chegar a este dado 19 treinadores confirmados até o momento nos clubes da principal divisão do futebol nacional. O Atlético-GO está sem treinador confirmado quando escrevo este texto. Eduardo Souza é interino, segundo o clube.

A faixa de idade entre 50 e 59 anos é composta por 21,05% dos treinadores da Série A. O grupo que compõe a maioria, 42,10%, está na faixa entre 40 e 49 anos. Apenas 10,52% dos técnicos têm idades entre 30 e 39 anos.

O treinador mais velho do Brasileirão é o português Jesualdo Ferreira, do Santos, com 73 anos. Vanderlei Luxemburgo, do Palmeiras, tem 67; Jorge Jesus, do Flamengo, tem 65, e Paulo Autuori, do Botafogo, 63 anos. Jorge Sampaoli, do Atlético-MG, tem 60.

Como lidar com esses profissionais quando e como os jogos recomeçarem? Há limites seguros para a atuação em treinamentos, vestiários, hotéis, palestras, deslocamentos, viagens? Além dos treinadores, temos preparadores físicos, médicos, assistentes que estão com idades de grupo de risco. Haverá protocolo específico em relação a eles? 

Vou mais longe: eles devem ir a campo trabalhar? Será mais seguro que eles tenham atuação remota, orientando pelo telefone ou rádio, sentados isolados em uma sala no estádio? 

Basta que todos estejam testados para que possam sentar lado a lado no banco de reservas? Ou que o treinador se levante para reclamar do quarto árbitro, dar uma bronca em seu zagueiro, cobrar seu atacante? Presidente da Comissão Médica da CBF, o neurocirurgião Jorge Pagura explicou ao blog quais os procedimentos que devem ser adotados quando forem reiniciadas as competições.

 – A flexibilização depende das prioridades elencadas dentro do que não for atividade essencial. Essa determinação será dada pelos prefeitos das cidades com mais de cem mil habitantes. Se a curva epidemiológica estiver baixa e houver recomendação para pessoas de mais de 60 anos deixarem o isolamento social, elas poderão trabalhar tomando as devidas precauções, como máscaras etc. Mas enquanto não for liberada essa flexibilização, as pessoas com mais de 60 anos terão que trabalhar por videoconferência. No caso dos treinadores de futebol, passando as instruções para os auxiliares técnicos de menor idade, que fariam o trabalho de campo – disse Pagura. 

Crédito: André Durão

Qual a posição dos treinadores com 60 anos ou mais em relação a esta retomada? 

O técnico do Botafogo, Paulo Autuori, de 63 anos, respondeu à pergunta: – Eu acho uma grande sandice nesse momento, diante de tantas mortes e sofrimento, falar de retorno aos treinos de futebol. Não é porque eu tenha mais de 60 anos, nada disso. Pensam que é só juntar os jogadores e botar para treinar. Essas pessoas que são a favor e têm responsabilidade não têm a menor noção de quão complexa é uma sessão de treino, quantas pessoas estão envolvidas. Os funcionários mais humildes que vão de transporte público. Depois, se acontecer algo, vão jogar na conta dos clubes? É uma tremenda falta de sensibilidade. Além disso, não basta que CBF e Federações decidam que é hora de voltar com o futebol. Será preciso que os governadores dos estados e os prefeitos das cidades envolvidas autorizem a retomada das atividades na qual o treinamento e a prática do futebol se enquadrem.

Francisco das Chagas Fernandes de Souza, 35 anos, servidor público (Gari), conhecido como Chaguinha Net. Em 2011 criou o Blog do Chaguinha Net e em 2018 foi além e criou o Portal Potengi News, possibilitando para a Região do Potengi um espaço virtual de qualidade e credibilidade. Aqui você pode conferir as principais notícias da Região Potengi, Rio Grande do Norte, Brasil e do Mundo.

Esportes

É oficial: a liga espanhola de futebol retorna em 8 de junho

Real Madri é o segundo na tabela

Publicados

em

Real Madri é o segundo na tabela. Foto/EFE

O governo espanhol deu sinal verde para a retomada das atividades esportivas. Depois de dois meses, haverá futebol na Espanha. A primeira partida será o clássico entre Sevilha e Real Betis, que será realizado na semana de 8 de junho. Informações da AFP.

Neste sábado (23) foi anunciado  pelo presidente, Pedro Sánchez, que a liga espanhola de futebol, depois de quase três meses interrompidos pela crise do coronavírus, seguirá normalmente, mas sem a presença de torcedores nos estádios.

“Naquela semana, a retomada das principais competições esportivas e profissionais e, em particular, da liga de futebol será autorizada”, disseram as palavras do presidente em entrevista coletiva.

De fato, Sánchez acredita que a Espanha trabalhou muito bem nos últimos meses para controlar o COVID-19 e é por isso que é hora de certas atividades voltarem ao normal, incluindo o futebol.

Mais de dois meses após o término da competição, os jogadores começaram a treinar em pequenos grupos alguns dias atrás. Um cronograma apertado obrigará a haver duelos durante a semana, além de sexta, sábado e domingo, a portas fechadas, com apenas 197 pessoas autorizadas a participar de acordo com o protocolo.

Continue lendo

Esportes

Jogadores do Flamengo se posicionam a favor dos treinos no CT

Através de nota assinada pelos atletas e pelo técnico Jorge Jesus, elenco garantiu se sentir protegido para realizar as atividades.

Publicados

em

Foto/Crédito Divulgação

Em nota oficial publicada no site do clube na manhã desta quinta-feira(21), os jogadores do Flamengo, seguidos do vice-presidente de futebol Marcos Braz, o diretor Bruno Spindel e o técnico Jorge Jesus, afirmaram que se sentem seguros com protocolo elaborado pelo clube para a volta aos treinos. Informações do site Terra

“Os atletas e os integrantes envolvidos no dia a dia do Ninho do Urubu informam que se sentem seguros e aptos a retomar os treinamentos em razão do protocolo de segurança e prevenção adotado pelo Departamento Médico”, diz parte da nota oficial.

A manifestação vem em meio a uma “guerra” travada pela diretoria do clube para retomar as atividades. Na noite da última quarta-feira(20), após uma reunião com a prefeitura e representantes da saúde, o Flamengo ouviu que não tem autorização para os treinos no CT, apenas fisioterapia. No entanto, conforme já noticiado pela reportagem da Goal.com, o clube se sente juridicamente protegido e vai seguir treinando no Ninho do Urubu.

Confira a nota na íntegra: 

Diretoria, comissão técnica e atletas profissionais do Clube de Regatas do Flamengo vêm a público se manifestar a respeito do retorno das atividades do futebol profissional no Centro de Treinamento George Helal.

Os atletas e os integrantes envolvidos no dia a dia do Ninho do Urubu informam que se sentem seguros e aptos a retomar os treinamentos em razão do protocolo de segurança e prevenção adotado pelo Departamento Médico do Flamengo.

O protocolo foi colocado em prática seguindo as mais rigorosas determinações de segurança internacional. Colaboradores, atletas e integrantes da comissão técnica realizaram testes com resultado negativo para a Covid-19, além de serem examinados diariamente pelo Departamento Médico.

O Centro de Treinamento do Flamengo dispõe dos equipamentos necessários e também conta com diária higienização rigorosa. Não à toa, o clube adotou 13 medidas para retomar as atividades e que foram divulgadas na última segunda-feira (18).

Depois de exames na reapresentação e de testes físicos no dia seguinte, os treinos foram retomados na quarta-feira (20) em acordo com o protocolo da FERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro). Vale ressaltar que o documento contempla atividades ao ar livre. Sendo assim, os grupos de trabalho são espalhados pelos campos do Ninho do Urubu.

Por fim, atletas e integrantes do futebol profissional do Flamengo reforçam o entendimento sobre o momento delicado e estão dispostos a colaborar com ações que favoreçam o combate ao novo coronavírus e o retorno aos treinamentos.

Atenciosamente,

Marcos Braz
Vice-presidente de Futebol

Bruno Spindel
Diretor Executivo de Futebol

Jorge Jesus
Técnico do time profissional

Continue lendo

Esportes

Capetinha diz que jogou mais que Neymar, Messi e CR7

Campeão do mundo com a Seleção Brasileira em 2002, o ex-jogador afirmou que jogou mais que os três atletas, considerados maiores jogadores de todos os tempos

Publicados

em

Foto: LANCE!

O ex-atacante Edílson Capetinha, campeão do mundo em 2002 com a Seleção Brasileira, deu uma declaração polêmica durante o programa Os Donos da Bola desta terça-feira (12). Questionado pelo apresentador Neto se jogava mais que Messi e Neymar, o ex-jogador respondeu:

“Eu. Na fase boa, eu. Para ele jogar mais do que eu, ele tem que ser campeão mundial. Eu tenho personalidade. O Messi, para jogar mais do que eu, tem que ser campeão mundial”, afirmou, em referência ao título da Copa do Mundo.

 Até o português Cristiano Ronaldo foi colocado na discussão. Ao ser perguntado pelo apresentador Neto, o Capetinha afirmou que é mais habilidoso que o astro da Juventus. Informações do site Terra

“O Renato Gaúcho falou que jogou mais do que o Cristiano Ronaldo. Então também posso falar. O Cristiano Ronaldo é só força, chuta de direita e de esquerda… Eu sou mais habilidoso que ele”, concluiu o comentarista.

Fontes: Lance | Terra

Continue lendo

Destaques